Sábado, 15 de Junho de 2024
Follow Us

Quarta, 10 Abril 2024 11:52

Governo garante que não vai subir o combustível depois do dia 30 de Abril

Governo garantiu que não haverá aumento nos preços dos combustíveis após o levantamento dos subsídios em 30 de abril. A informação foi avançada esta terça-feira (9) pelo Ministério dos Transportes, numa reunião entre o ministério e a Associação Nacional de Taxistas de Angola (ANATA).

Horas depois do Novo Jornal ter noticiado que os taxistas estavam preocupados com o silêncio do Governo e que temiam uma possível subida da gasolina depois do dia 30 de Abril, o Executivo, através da Agência Nacional dos Transportes Terrestres (ANTT), chamou as principais associações de táxis para os tranquilizar.

Taxistas garantem que preço do táxi não será superior ao do litro da gasolina

Nesta conversa entre a ANTT e as associações de taxistas, o Governo fez chegar aos profissionais do volante, soube o Novo Jornal, explicações detalhadas sobre a nova tabela de preços e deixou a promessa de, ainda esta semana, fazer chegara a sua proposta relativamente ao novo preço do táxi.

As associações de táxis afirmam que em função da garantia do Governo, que o litro da gasolina não sofrerá alteração nos próximos tempos, após a retirada da subvenção, a 30 de Abril, a sua proposta reflectirá uma ligeira subida mas que não afectará as famílias.

No encontro que decorreu esta terça-feira,09, os responsáveis da Agência Nacional dos Transportes Terrestres, do Ministério dos Transportes, disseram às associações de taxistas que não estão em silêncio e que apenas estão a trabalhar no sentido de encontrar as melhores soluções para se achar o novo tarifário para os preços dos transportes.

No encontro, que foi motivado por esta notícia do Novo Jornal, ficou também a promessa, da parte do Governo, de que não haverá, após a reiterada da subvenção dos cartões de combustíveis, um aumento do preço da gasolina, conforme se mostrou preocupada a principal associação de taxistas do País, a Associação Nacional dos Taxistas de Angola (ANATA).

Esta quarta-feira,10, a ANATA garantiu ao Novo Jornal que após receber garantias do Governo da não subida do preço dos combustíveis, dentro da sua proposta de preço ao Executivo, a corrida de táxi não será superior ao preço do litro da gasolina.

A ANATA diz que trabalha para que o futuro preço não venha prejudicar a população nem os proprietários dos "azuis e brancos".

Conforme a ANATA, a maior preocupação dos taxistas era se o Governo voltasse a subir o preço dos combustíveis no final do mês de Abril.

Segundo esta associação, muitos taxistas já abasteciam as suas viaturas ao preço de 300 kz o litro da gasolina, atendendo ao facto de os cartões não funcionarem e de outros não conseguirem tratar do processo burocrático exigido.

Já a Associação dos Motoqueiros e Transportadores de Angola (AMOTRANG) disse ao Novo Jornal que já previa a retirada da subvenção, pois considera que os verdadeiros moto-taxistas não retiraram qualquer benefício da subvenção e que a sua retirada não irá atrapalhar a actividade dos motoqueiros que até já se tinham auto-regulado.

Bento Rafael, responsável da AMOTRANG, disse ao Novo Jornal que não havia da parte dos bancos regularidade no carregamento e existiam muitas incompreensões.

"Infelizmente os motoqueiros tiveram de se reinventar e auto-regular em aumentar o preço da corrida em concordância com o passageiro, porque, na verdade, quem beneficiava com a subvenção eram pessoas que não pertencem à classe", disse.

Entretanto, a AMOTRANG defende que o dinheiro que o Governo colocava à disposição da subvenção, agora deve servir para melhorar a actividade dos moto-taxistas e dos taxistas em Angola.

Os combustíveis deixam de ser subvencionados definitivamente no dia 30 deste mês. C/NJ

Rate this item
(1 Vote)