Terça, 22 de Junho de 2021
Follow Us
Quarta, 16 Abril 2014 13:50

Êxito insuficiente

A tensão diplomática entre Portugal e Angola, que levou o presidente angolano a anunciar, em Outubro de 2013, o cancelamento da parceria estratégica com Portugal, teve a sua génese nas sucessivas fugas de informação em investigações do Ministério Público (MP) português a altos dirigentes angolanos.

O presidente JES está a semear ventos para depois ele ou sua família colherem tempestades, se não souber ler os sinais dos tempos.

Quarta, 16 Abril 2014 13:31

Às vezes no silêncio da noite

A diplomacia, no mundo actual, tem muito por onde evoluir.

Durante dezenas de anos o povo angolano em particular os jovens foram ensinados a repetir palavras de ordem (slogans) como “meros papagaios repetidores”.

Por mais que se diga que os líderes Angolanos que fazem oposição ao regime do presidente José Eduardo dos Santos, diz-se que fazem oposição séria (ainda que alguns o façam de caxexe, como se diz na minha terra), porém não tenho dúvida que no final do dia todos desejariam ocupar a cadeira de JES, na Cidade Alta.

Os angolanos compraram o meu jornal e tenho medo. Medo igual ao de andar de avião: o de um dia não poder andar de avião. Tenho medo de os angolanos terem comprado o DN, sublinharem a palavra "lusofonia" mas, depois, não voarem... Ficarem-se pelo comércio costeiro, abertura para a Europa ali, pitada da China acolá... Isso, coisas financeiras, é importante? É, até importantíssimo! Mas tão pouco.

Num mundo em constante mutação, as relações bilaterais entre os Estados conhece circunstâncias de aproximação, distanciamento e reaproximação.

Quinta, 10 Abril 2014 10:34

Pax Angolana - Uma estranha celebração

Doze anos depois das armas se terem calado e  com duas eleições em cima, já começa a ficar difícil falar apenas em “ganhos da paz”, como se a intenção fosse lembrar ao cidadão a cada minuto que passa, qualquer coisa de extraordinário para relativizar dificuldades ou ampliar realizações.

Página 245 de 260

Log in or Sign up