Terça, 22 de Junho de 2021
Follow Us

Quinta, 05 Dezembro 2013 11:51

As Verdades que os Jacarés não contaram mas que o povo precisa saber

Luanda - O ano de 2013 está práticamente ao fim, mas muitos assuntos ligados a nação que deviam ser do dominio público, não foram dados, mais uma vez, qualquer esclarecimento por parte do Governo do MPLA.

Muitos desses assuntos, mexeram com a vida e o cotidiano dos Angolanos que dia-após-dia, buscam respostas para esses assuntos tão sensiveis, como as mortes dos activistas Isaias Cassule, Alves Kamulingue e muito recentemente do jovem Engenheiro de 28 anos, Wilbert Ganga, afecto a CASA-CE, morto pelos serviços de segurança do Presidente que a mais de 38 anos, mantem o país refém a si e seus colaboradores.

Mesmo ausente a mais de um mês, “informações confirmam que somente chegou ontem” o cidadão José Eduardo dos Santos, continua sendo um criminoso a moda antiga e muito cara de pau! manda matar, depois envia condolências a familia enlutada via TPA e RNA, e por mais caricato que pareça também paga o comba do decujo em nome do estado e se sobrar tempo ameaça a oposição através do secretariado do Bureau do MPLA.

A máquina assassina com previlêgios e protecção juridica

A seu bel prazer e estilo, José Eduardo dos Santos e seus primos, criaram uma máquina assassina e previlêgiada com protecção juridica exclusiva, e sufisticou o esquadrão da morte nos dias actuais, treinou e desenhou a seu próprio gosto, elementos sanguinários, projectados para eliminar opositores e todos esses estão infiltrados na (UGP/USP/DNIC/SINSE/PN). Cães que estão prontos para obedecerem a ordem dos seus donos para executar, seja quem for! São esses que levam as mortes e perseguições constantes aos jornalistas independentes, politicos e ou criticos ao partido no poder e antecipam a dor das familias Angolanas. 

Quando necessário a máquina assassina, usa os orgãos de informação do estado como a TPA, RNA e JA, e seus bajuladores directos para manipular o povo e até para culpar o morto, coisa que só acontece no direito Angolano controlado obviamente pelo MPLA.

A interditação de José Gama

Como uma forma de intimidar mais uma vez, aqueles que querem ter e dar voz a quem não tem voz, matam os que gritam mais alto em hasta pública, amordação a boca dos que mugimbam e humilam os que denúnciam os seus crimes com interrogatórios abusivos! Rafael Marques, Willian Tonet, Domingos da Cruz, os jovens do Movimento Revolucionário e tantos outros sentiram a mão pesada da justiça imparcial que opera em Angola, que se modernizou fazendo o rêu ficar cansado de tanto ir ao tribunal e não ser ouvido.

Mas o sofredor que merece desta ver ser galardoado e aplaudido pelo povo, é o activista civico e jornalista José Gama, conotado com o maior portal de informação em Angola, o Club-K, Lembramos que esse verdadeiro filho de Angola, no mês de Agosto deste ano foi interditado de sair do país pelos serviços secretos do MPLA e intorrogado de forma humilhante, barbara e cruel, tudo por causa de um dos únicos portais de informação mais lido nos últimos tempos que leva a informação sobre a verdadeira situação politica, social e economica de Angola e dos Angolanos no interior e exterior do país.

Mpla o partido que persegue e mata para instalar o medo

Após ter sido morto o militante e activista politico da CASA-CE, o Engº Ganga, assassinado covardemente com dois tiros nas costas por guardas da UGP, que até hoje não foram apresentados as autoridades pois mataram sob ordem do chefe, por alegadamente o jovem ter violado o perimêtro de segurança da cidade alta, quando fixava cartazes na zona do escoqueiros.

Com a morte do Engº Ganga, os Angolanos começaram a ver fantasmas aonde não tem e passaram a ter medo dos perimêtros, principalmente dos perimêtros invisiveis e que a qualquer altura podem aumentar ou reduzir o seu raio de cobertura, dependendo do interresse de quem manda matar.

Fruto da barbaridade que os guardas de JES, podem cometer sem previsão alguma, passamos a ter os rostos mais carregados, porque não sabemos se após sairmos à rua, se poderemos voltar vivos para as nossas casas, tudo por causa de um maldito perimêtro que pode levar o atirador a imprimir o gatilho mortifero.

Hoje olhando para a vida de cada Angolano que vive e sente na pele, os ataques desmedido da ditadura, é possivel ver, os sinais de frustração, medo, incertezas e  tensão causada pela situação actual do país, devido a um pequeno grupo elitista que quer se manter no poder a todo custo e por isso instalaram e institucionalizaram a ditadura perfeita imitando o modelo do PIR(Partido de Esquerda Radical ou ainda Partido de Esquerda Revolucionário do Mexico), transformaram a intolerância e a perseguição sua marca registrada e partidária em nome do MPLA-JES e seus fanáticos seguidores e defensores, que não vacilam em cumprir a risca as ordens superiores que inclui transformar cidadãos indefesos, até como comida de jacáres que a muito deixaram de cobrar impostos para se alimentar de forma gratuita com ajuda dos serviços secretos do MPLA, especialistas em torturar, intimidar, envenenar e matar com todas as honras da casa que as vítimas tem direito antes da sua morte.

Os Angolanos são obrigados a sofrerem calados

Muitos desses Angolanos, jovens tal como eu, cansados das mentiras, mortes premeditadas de angolanos que pensam diferente (mesmo, sendo do partido) temos várias perguntas sobre vários assuntos, na ponta da língua para fazerem, à cúpla radical do nosso glórioso MPLA, que diga-se ao abono da verdade, são incopetentes, arrogantes e só estragam.

Por causa desses vermes, somos obrigados mesmo dentro do MPLA a viveremos mudos e morreremos calados e se abriremos a boca, é como o camussunda resmungão que sempre encontra os botões como o melhor amigo, para uma conversa franca e sincera sobre o rumo que este país, liderado por “ladrões” como tem afirmado o Drº Makuta Nkonda, está a tomar.

Caso a sociedade não estivesse atenta, tais assuntos simplesmente seriam lançados no mar do esquecimento e o governo, faria questão de colocar à beira deste mar, uma tabuleta em letras garrafais, proibido pescar, assuntos “ultra-Secret”! E podiam em gargalhadas dizer o famoso adágio popular de que existem coisas que só o tempo dirá, ou ainda, existem histórias e verdades que o vento leva, repito se não existissem algumas pessoas atentas, o museu do Governos do MPLA, estaria repleto de assuntos esquecidos pela sociedade Angolana e se tornariam peças raras para quem tudo faz, para não prestar os devidos esclarecimentos aos Angolanos.

Assuntos candentes que até hoje os jacarés não esclareceram ao povo

Na intenção, de refrescar a memória de todos os Angolanos, decidi fazer uma cronológia de vários assuntos que o Governo do MPLA, abafou e quase está no esquecimento, mas que o povo Angolano até hoje, está ansioso por explicações ou respostas do top 10, os dez piores acontecimentos da História de Angola, após a independência que o Governo do MPLA, até hoje não esclareceu:

1.Quim Ribeiro, foi condenado há 15 anos de prisão efectiva, pelo desvio de uma quantia monetária que havia sido roubada no BNA, mas ele não trabalhou no banco, não assinou documentos e nem participou no esquema interno, dos dois maiores desfalque da História do BNA, então quêm foram ou quêm são os verdadeiros ladrões que nunca foram apresentados?

2.Quais foram os verdadeiros motivos que levaram o General Miala, ex-chefe da secreta Angolana, a ser preso e afastado do cargo?

3.Após o alcance da paz, inesplicavelmente o Prédio da DINIC, ruiu e destruiu informações previlêgiadas, sobre diversas atrocidades e actos barbaros comentidos ou mandados por várias figuras da nossa proa, portanto quais foram os reais motivos que levaram um prédio de mais ou menos dez andares a ruir ao ponto de ficar pedra sobre pedra?

4.O Emblemático, deputado, professor e Líder do partido PDP-ANA, DrºNfulumpinga Lando Vítor foi abatido por supostos miliantes, onde estão esses miliantes e quêm são os verdadeiros mandantes do crime?

5. Três policias e dois militantes da Unita, foram mortos em situações muito confusas, os policias em seus postos de trabalho e os mobilizadores da Unita em suas respectivas casas, como os miliantes teriam somente como alvos, militantes e responsáveis da mobilização da Unita no Kikolo, após os três policias terem sidos barbaramente assassinados?

6.Quêm mandou matar e lançar Isaias Cassule e Alves Kamulingue ao rio para serem comida de jacarés, após eles terem mobilizado os ex-militares para se manifestarem devido o atraso das suas pensões?

7. Quêm deu ordem expressa, para que o Engenheiro “Ganga” do partido CASA-CE, fosse abatido como uma pacassa desprovida de defesa, pelo simples motivo de colar cartazes que reclamava a morte de seus dois irmão Angolanos? E quêm é o verdadeiro “Killer” o atirador furtivo que viu um homem chefe de familia, como um animal que não devia ter direito à vida?

8.Quêm matou e quem foi o verdadeiro mandante do crime barbaro que vitimou o guerrelheiro Nito Alves e porquê?

9.Quêm foram os mentores dos assassinatos selectivos do 27 de Maio, que até hoje assombra os Angolanos?

10.Por quêm e em que processo transparente, através de concurso público foi determinado que a semba comunicações afeto ao filho do Presidente da República passasse a prestar serviços a TPA 2, para melhoria da sua grelha de programação? E em que processo transparente o PR, nomeou o seu filho mais velho, Zenú dos Santos para o Presidente do Fundo Soberano? Como e em que processo transparente a Isabel dos Santos a Primogênita do PR, passou a ganhar vantagem sobre os demais angolanos ao ponto de aos 40 anos ter se tornado a mulher mais rica de África?

As primeiras manifestações populares é somente a ponta do iceberg

Talvés o MPLA, não perceba, mas todos esses assuntos por explicar tem influenciado sobre maneira no comportamento, actual dos Angolanos que dia-à-dia, lamentam os seus mortos, a miséria e as perseguições politicas e a único caminho que o povo encurralado pelo próprio MPLA, encontrou é manifestar-se para ser liberto da segunda colonização, desta vez ideologica e não racial.

As primeiras manifestações, é somente um ensaio, a ponta do Iceberg que está preste a derrubar o gigante “titanic” caso este não reveja, logo as suas coordenadas ideologicas de matar e humilhar activistas civicos e opositores politicos para melhor reinar.

Paulo Cassandro

Rate this item
(0 votes)

Log in or Sign up