Terça, 22 de Junho de 2021
Follow Us

Quinta, 05 Dezembro 2013 11:04

Sindika Dokolo- O rosto sinistro do regime corrupto

Percebe-se cada dia mais que todos precisamos fazer mais e melhor para Angola mudar de rumo, Angola está mesmo nas mãos de uma família de jacarés que se comporta estranhamente.

Os angolanos conhecem bem os efeitos da corrupção que graça no país

Insto o regime a deixar de insistir em passar-nos a todos invulgares atestados de incompetência, e deixe igualmente de estigmatizar continuamente a inteligência dos angolanos por denunciarmos a sua governação promiscua desastrosa e negligente da nossa coisa publica.

Nós angolanos conhecemos bem o estado de pobreza lastimável que o povo vive, e temos a percepção que é essa governação descuidada é suicidaria. Governar um país como o nosso não significa colocar toda família de José Eduardo dos Santos nos lugares cimeiros da economia e das finanças do país

Governar em democracia significa ouvir e respeitar a vontade publica da sociedade humana.

Governar em democracia significa dialogar permanentemente com todas as esferas da sociedade politica, civil e castrense, Sobretudo, governar bem qualidade e transparência, significa que o poder tem que obrigatoriamente aceitar submeter-se a ação fiscalizadora das entidades da sociedade credenciadas para o efeito.

 

No meu entendimento, corrupção é uma coalizão forjada ilegalmente entre os donos do poder publico e os donos do poder privado, essa coalizão deve ser eficazmente combatida com eficiência e constantemente fiscalizada para não deixar a impressão de tratar-se de um mal menor que deixa a sensação que o dinheiro público não tem dono e por isso pertence a quem o achar primeiro!

 

 Todavia se o regime não parar de martelar o superávit produtivo nacional e se não desistir de maquiar continuamente o déficit da balança de pagamentos, certamente que o PIB produto interno bruto será falseados continuamente para favorecer os detentores da maquina governativa a manterem-se indefinidamente no poder. Temos que laquear já o surgimento de mais um rosto sinistro da família iluminada de Dos Santos, que começa a despontar no plano publico da politica externa.

 

Pessoalmente não me resigno nem aceito de maneira alguma que a imagem promocional do meu país, do qual eu e milhões de angolanos demos a vida, esteja a ser promovido pelo filho bastardo do Republica democrática do Congo, e enteado de um reino nórdico europeu qualquer, nascido de uma serpente viscosa e genro de uma ave de rapina nojenta, marido de uma ladra que deambula como uma franzina figurinha feita zumbi que arrota dólares roubados a todos nós angolanos naturais.

 

O casamento entre o genro estrangeiro oportunista sindika dokolo com a filha gatuna do Jacaré Bangão, lhe dá também poderes significativos para esse zairense insignificante fornicar com a nossa angolanidade politica e social?

 

Qual foi a razão que motivou José Eduardo dos Santos a indicar o seu genro estrangeiro Sindika Dokolo, um insignificante bandido ambulante para que seja transformado no “new public relashion” (garoto propaganda do regime?). Afinal que motivos levaram Eduardo dos Santos a transformar o seu genro estrangeiro, um bastardo aventureiro no porta voz oficial da republica de Angola no exterior? Será que pelo facto de Sindika Dokolo ser genro do presidente jacaré lhe dá o direito de se transformar no pior dos promotores da imagem bastante enegrecida do regime ditatorial no exterior? Afinal sindika Dokolo casou com a filha ladra do infame ditador para se satisfizer unicamente com ela, ou será que esse casamento com a filha estrangeira do tirano chefe do regime lhe dá também o direito de fornicar com todo país politico e social?

 

Fica claro, que não podemos continuar na contra mão da verdade explicita dos factos, a defesa da nossa integridade como povo e como nação despedaçada tem de ser defendida e/ou vingada a preceito, para deixarmos de depender do mau gênio do ditador. Temos de unir-nos para derrubarmos urgentemente esse maligno cartel de traficantes de influencia que operam no interior do regime de José Eduardo dos Santos, o rei dos jacarés rastejantes.

 

Temos que nos mexer rapidamente, pois esses senhores já possuem todo o país econômico e financeiro nas suas sujas mãos, agora o propósito do ditador passa por promover o seu genro Congolês depois da tentativa de promoção do seu filho bandido Filomeno dos Santos Zenu, temos de fazer sangrar para diluir essa tentativa de promover essa politica externa deficiente conduzida por pessoas estranhas que sequer nos conhecem nem conhecem a nossa historia e nem sabem o sacrifício por que passamos para que exista uma Angola independente.

 

Chega de estrangeiros a mandar-nos e a roubar-nos a todos, trona-se por isso necessário e urgente neutralizar eficazmente o mercenário Sindica Dokolo.

 

Não podemos permitir que esse aventureiro Sindika Dokolo nos venha impor os seus alienados hábitos e costumes culturais provenientes da sua obscura mente demoníaca estrangeira. Camaradas nós não podemos aceitar que a nossa cultura seja simplesmente assassinada por termos um estrangeiro incompetente na presidência da republica como o ditador jacaré a gerir impudicamente as nossas riquezas que são finitas!

 

O inescrupuloso bandido Sindika Dokolo apesar de se mover no interior do epicentro da corrupção nacional não entendeu que o problema maior de angola não é o país estar reduzido à corrupção. Angola esta reduzida isso sim a um pequeno grupo de corruptos insaciáveis que devoram tudo e não deixam nada, pior que isso é esse insignificante marido da ladra Isabel dos Santos ser tão infantil que ainda se alvoroça em afirmar que Angola se firmará como país desenvolvido daqui a vinte anos, nove fora os trinta e quatro anos que já levamos da governação do seu sogro esclerosado!

 

 Não é de rir a gargalhadas camaradas? Temos que aceitar esse absurdo linguajar ensoberbado vindo desse borralheiro analfabeto politico Sindika?  Acha essa amaldiçoado genro do jacaré que nós acreditamos nele e no seu sogro bandido, afinal ainda pensa continuar a gozar das riquezas de Angola por mais vinte anos?

 

Acredita mesmo esse irracional zairense Dokolo, que nós angolanos continuaremos a ver a riqueza da família do bandoleiro Eduardo dos Santos a crescer mais e mais enquanto nós o povo continuamos a conviver com a miséria traduzida em meros dez dólares mensais por pessoa! Afinal estamos onde? Esse senhor está a brincar com a vida dos angolanos? Não seria muito melhor que essa tropa do jacaré enviada pelo chefão mafioso com o intuito de tentar justificar o injustificável com enganos e mentiras a mistura seja neutralizado já? Nós angolanos não merecemos por acaso muito mais respeito da parte de toda a jacarélhada mercenária que vive adulando o chefe cancerígeno?

 

Por isso estou decidido a não claudicar da minha motivação pessoal em combater essa família déspota açambarcadora do jacaré presidente da ditadura. Entre ficar quieto e aceitar a humilhação e a ilegalidade, preferi seguir incondicionalmente risco da luta pela deposição do regime do jacaré bangão.

Raul Diniz

Rate this item
(0 votes)

Log in or Sign up