Domingo, 29 de Janeiro de 2023
Follow Us

Segunda, 14 Novembro 2022 22:43

Ativista Tanaece Neutro "cada vez mais doente" na prisão

A esposa do ativista "Tanaece Neutro" apela ao Presidente angolano para ajudar a libertar o marido. O jovem foi detido há dez meses, acusado de ultraje ao Estado, e está doente na prisão.

Os apelos de Teresa Moreira ecoaram nas redes sociais, nos últimos dias. Num primeiro vídeo, a esposa do ativista "Tanaece Neutro" aparece com uma criança ao colo, a apelar à intervenção do Presidente João Lourenço, para ajudar a libertar o marido, porque ele está doente. Num outro vídeo, Teresa Moreira pede também à primeira-dama de Angola, Ana Dias Lourenço, que intervenha no caso.

"Eu venho pedir ao nosso Presidente, à nossa primeira-dama: 'por favor, converse com a sua esposa para que possa mandar em liberdade o 'Tanaece' ainda no próximo mês'", afirma Teresa Moreira num vídeo publicado no TikTok.

À espera de uma resposta

Condenado no mês passado a um ano e três meses de prisão, com pena suspensa, pelo crime de ultraje ao Estado, Gilson da Silva Moreira, conhecido como "Tanaece Neutro", está detido no Hospital Prisão de São Paulo.

O tribunal ordenou ao ativista que gravasse um vídeo a pedir desculpas ao Presidente da República e à Polícia Nacional, que deveria ser divulgado nas redes sociais no prazo de 15 dias. "Tanaece Neutro" não o fez até agora, o prazo já expirou.

O processo continua a correr na Justiça, porque o Ministério Público recorreu da decisão do tribunal. A proposta de lei de amnistia do Governo também não deverá abranger o ativista.

A DW África tentou ouvir Francisco Muteka, advogado do ativista, sobre o andamento do caso, sem sucesso. Também contactou os serviços prisionais, mas não obteve resposta.

Em declarações à DW, a esposa de "Tanaece Neutro" diz que a saúde do ativista piora dia após dia. Teresa Moreira continua à espera de uma resposta do Presidente angolano.

"João Lourenço não respondeu ao meu pedido. Se ele escutasse o meu clamor e o clamor dos meus filhos, o 'Tanaece' talvez já estaria aqui em casa. Eu já não sei o que fazer. Já não sei a quem pedir mais", desabafa.

Segundo Teresa Moreira, o ativista tinha uma cirurgia marcada para o início do ano, mas teve de adiar: "Não o fez porque foi detido e continua com esta enfermidade. O hospital não tem condições para cuidar da sua doença."

"Tanaece Neutro" foi detido em 14 de janeiro de 2022 nas instalações do Serviço de Investigação Criminal (SIC), em Luanda, enquanto alegadamente fazia um vídeo em direto nas redes sociais onde proferia palavras injuriosas contra as autoridades angolanas e exigia a libertação de outro ativista, Luther Campos, também conhecido por "Luther King", detido dois dias antes. DW África

Rate this item
(0 votes)