Sábado, 02 de Março de 2024
Follow Us

O Presidente João Lourenço voltou a trazer ao debate político interno do MPLA a relação do maior partido angolano com a sociedade civil. Apesar de nos últimos programas eleitorais do MPLA existir um reconhecimento do papel interventivo de advocacia das organizações da sociedade civil, a relação nunca foi verdadeiramente fluida.

“A justiça atrasada não é justiça; senão injustiça qualificada e manifesta”  Ruy Barbosa de Oliveira (5 de Novembro de 1849 a 1 de Março de 1923, polimata brasileiro que se destacou como jurista, advogado, político, diplomata, escritor, filólogo, jornalista, tradutor e orador).

Aprendi no passado, que a fúria é amiga do ódio e inimiga da paz. Somente os que bebem da sabedoria do Altíssimo, reconhecem a paz, se regozijam e com ela se apaziguam. Essa fórmula faz com que o bem prevaleça na vida dos injustiçados.

Eu formei-me em jornalismo em Portugal, doutorei-me na Itália, pós doutorei-me na Rússia e em Évora, Portugal. Sou professor catedrático em filosofia das ciências, pós-doutorado em ciências da educação e psicologia, em Évora, Portugal, pós-doutorado em filosofia, sociologia e literatura na Rússia.

“A justiça atrasada não é justiça; senão injustiça qualificada e manifesta”. (Ruy Barbosa de Oliveira (5 de Novembro de 1849 a 1 de Março de 192399, polimata brasileiro que se destacou como jurista, advogado, político, diplomata, escritor, filólogo, jornalista, tradutor e orador).

Sem tempo e espaço para comentar tudo o que foi dito, vou pronunciar-me sobre uma passagem, apenas. Nela Isabel dos Santos, em grande entrevista, na Rádio Essencial, dizia que seu pai JES era bastante congregador e recolector de opiniões, antes da tomada de decisões importantes.

Apesar das garantias que nos dão de que está tudo sob perfeito domínio das Forças de Segurança, mais um crime chocou as nossas consciências. E mais um crime, à saída de uma instituição bancária.

Terminou o ano de 2023, porém, e apesar de ter sido um dos mais sofrido de 93% das populações que compõem a magnitude do tecido da nossa Angola profunda. Porém, teremos que forçadamente conviver sofridamente com a presença do presidente do MPLA na cidade alta. Dessa vez, trago um assunto para reflexão de todos quantos tenham a paciência de ler e escutar o que escrevo.

Página 2 de 320