Domingo, 29 de Janeiro de 2023
Follow Us

Terça, 15 Novembro 2022 14:15

Reabilitação da Estação de Tratamento de Água do Golungo Alto vai custar mais do dobro que a sua construção

A Estação de Tratamento de Água (ETA) do Golungo Alto custou ao Estado 417,7 mil milhões de kwanzas em 2018, o que equivalia, na altura, a cerca de 1,9 milhões de dólares norte-americanos.

Em Dezembro ano passado, este município do Kwanza-Norte foi atingido "por fortes chuvas contínuas", o que fez com que o fluxo de água tenha derrubado a protecção de encostas de betão da vedação, causando inundação da sala eléctrica, gerador, sala de bombas e tanque, que provocou a interrupção do fornecimento de água à população.

Agora, para pagar as despesas de reabilitação desta obra, o Presidente da República aprovou um crédito adicional de quase 2,5 mil milhões de kwanzas (4,9 milhões USD), mais do dobro do que foi gasto na construção da ETA.

Em Março de 2018, uma notícia do Jornal de Angola dava conta da inauguração do novo sistema de captação, tratamento e distribuição de água potável no município do Golungo Alto, província do Kwanza Norte. Sefundo o Executivo, o sistema contemplava uma captação com capacidade para bombear 80 metros cúbicos de água por hora, construída no rio Zenza, uma conduta de água bruta de 25 quilómetros, estação de tratamento de água e rede de distribuição com 7.345 quilómetros de tubagem acoplada a 470 ligações de quintais, 279 domiciliárias e 23 chafarizes.

Esta obra estava orçamentada em 417,7 mil milhões de kwanzas (1,9 milhões USD á data), de acordo com a notícia do Jornal de Angola.

Em finais de 2021, segundo se lê num despacho de Março deste ano, foi autorizada pelo Chefe de Estado a despesa e formalizada a abertura do procedimento de contratação emergencial para a adjudicação do contrato de empreitada de obras públicas de reabilitação da Estação de Tratamento de Água do Município do Golungo Alto, na província do Kwanza-Norte, pelo valor de 2,1 mil milhões de Kwanzas, a ser celebrado com a empresa Xing Na Internacional, e do contrato de fiscalização, pelo valor de 108,1 milhões kz, com a empresa Harmoniza Concept, o que perfaz cerca de 2,3 mil milhões kwanzas.

Para pagar estas obras "emergenciais", o PR aprovou agora um crédito adicional ao Orçamento Geral do Estado de 2021 de quase 2,5 mil milhões kz (4,9 milhões USD). NJ

Rate this item
(0 votes)