Segunda, 17 de Mai de 2021
Follow Us

Segunda, 12 Abril 2021 16:30

Nestor Goubel desmente acusações de ter matado uma zungueira após sofrer assalto

Está supostamente a decorrer um trabalho de investigação, dando conta da morte de uma vendedeira ambulante, vulgo Zungueira, no bairro do Cassenda, alegadamente baleada pelo Inspector-Chefe da Polícia Nacional, Nestor Goubel.

Segundo informações, o actual porta-voz da polícia, terá sofrido um assalto no bairro em referência, dos seus fios de ouro, e, como resposta da acção, efectuou disparos com pistola, tendo atingido mortalmente uma senhora inocente que buscava pelo pão dos seus filhos.

As mesmas informações avançam que, Nestor Goubel terá sido transferido de imediato para outra província com o objectivo de o encobrir desta responsabilidade.

"Foi assim que esteve a trabalhar por um período fora de Luanda. Agora aparece a ribalta como o boca de aluguel (porta-voz) dos assassinos do MPLA - os homens da farda azul", afirmou Osvaldo Kaholo, citado pelo activista cívico, Mutu Muxima.

Neste sentido, Angola24Horas contactou o porta-voz do referido órgão do Estado angolano, tendo, na ocasião desmentido categoricamente todas estas informações.

Para o Inspector-Chefe, Nestor Goubel, trata-se de notícias, fabricadas por pessoas de má fé, com o objectivo de promover escândalos, pois nada do que circula pelas redes sociais corresponde à verdade.

"Quem me conhece sabe que eu sou uma pessoa de caneta e talvez esta seja a minha pistola. Não matei zungueira nenhuma e não sofri qualquer assalto de ouro", garantiu o porta-voz da polícia, avançando que o autor desta informação será convocado para junto das autoridades esclarecer todo este episódio.

Rate this item
(0 votes)

Log in or Sign up