Quarta, 28 de Outubro de 2020
Follow Us

Quarta, 02 Setembro 2020 09:11

Caso Build Angola: Burlados por empresa brasileira exigem justiça

Dezenas de famílias angolanas, que perderam milhões de dólares numa burla de uma empresa brasileira, exigem justiça e indemnizações, num processo que está há vários anos paralisado no Tribunal Provincial de Luanda.

O projecto, sob tutela da empresa brasileira “Build Angola”, para a construção de condomínios residenciais nas províncias de Luanda e Bengo, teve uma massiva divulgação em 2008, o que despertou o interesse e adesão de cidadãos que esperavam a concretização do sonho da casa própria. Na publicidade foi mesmo usada a figura de Pelé, o “Rei do Futebol”. Josina Bula Luís Sango, uma das lesadas, disse à imprensa que um total de 247 famílias foram burladas em 54 milhões de dólares.

“Emocionalmente acabaram connosco, famílias ficaram totalmente destruídas e os danos são incalculáveis”, afirmou, acrescentando que o antigo responsável da Agência Nacional de Investimento Privado (ANIP), Aguinaldo Jaime, devia assumir a responsabilidade por ter cedido espaços para montarem stands de venda.

Aguinaldo Jaime, por sua vez, nega qualquer responsabilidade, acrescentando que está no processo apenas como declarante, por ele ter sido também vítima do mesmo grupo de burladores. Aguinaldo Jaime disse ter feito o pagamento para duas quintas que nunca recebeu.
Josina Sango acusou, também, a directora da Maternidade Lucrécia Paím, Maria Manuel de Jesus Mendes, por ser sócia de uma empresa em que alguns dos burlados fizeram pagamentos.

Rate this item
(0 votes)

Log in or Sign up