Sexta, 19 de Agosto de 2022
Follow Us

Terça, 05 Julho 2022 16:40

Kamalata Numa "detona" generais angolanos e apela a não intimidação à liberdade do povo

Abílio Kamalata Numa, quadro político da UNITA, defendeu, esta terça-feira, 05 de julho, que quando se é livre General não assusta, mas respeita-se, porque este está ao serviço do Estado que em Angola é Democrático de Direito.

De acordo com o político, quando ouviu um General que tanto respeita, a dizer "não se deve brincar com as questões de segurança e 92 não voltaria a repetir-se", Numa ficou a pensar se o fez para assustar ou para persuadir.

"Se o fez para persuadir, General agradeço-lhe pelo recado que deu a todos aqueles a quem o Estado de Angola confiou as questões de segurança do país e que hoje transformam os ministérios, os órgãos de defesa e segurança em Comités e Secretariados do MPLA", conforme Numa.

Também, disse estar grato pelo recado que dá a todos aqueles que assambarcam o erário e preparados a roubar de novo o voto do Soberano.

Para o General Numa, o dia 24 de Agosto de 2022, data em que decorrerá o acto de votação é dia do Soberano "votou sentou para larapio habituado a roubar ser dissuadido a não fazê-lo".

General, ressalta, no dia 25 de Agosto de 2022 o Soberano, aos milhões, estará nas ruas a festejar a sua victória, dando início, já não como sonho, a reconstrução de Angola adiada de homens livres, iguais, dignificados, respeitados e a espalhar energia do amor e não de ódio.

"General, junte-se ao povo e perceberás quão é bom estar do lado da liberdade e justiça. Assustar gente que se sente livre para perpetuar ditadores que não respeitam a lei é ser general pirata e não General de um Estado", finalizou.

Francisco Furtado promete resposta pesada a quem perturbar a ordem durante as eleições de 24 de Agosto

Rate this item
(1 Vote)