Quinta, 19 de Mai de 2022
Follow Us

Seria demasiado simplista e políticamente errado definir Angola como uma sociedade democrática e de direito só pelo facto de existir uma Constituição que assim o diz, vários partidos políticos, realização de três eleições, um Parlamento “supostamente” multipartidário e “representaivo” do povo.

Segunda, 27 Janeiro 2014 15:36

Um gigante da política - José Ribeiro

Pensar e fazer política é uma actividade honrosa, respeitável e de grande valor social. Mas nem toda a gente olha a política por esse ponto de vista e há mesmo quem procure a todo o momento lançar sobre os políticos a lama da infâmia.

A intervenção de Lopo do Nascimento, despedindo-se formalmente de uma, há muito anunciada saída da vida política, que como era de esperar, teve partes escamoteadas na comunicação oficial, seja qual for a face da realidade em que for apreciada, é um marco histórico, no processo político angolano no sentido positivo.

O presidente da República de Angola, José Eduardo dos Santos, está a cada dia que passa, mais e mais, obrigado pelos seus próprios correligionários, a abandonar definitivamente os resquícios do partido único, teimosamente mantidos, no interior do seu partido, o Movimento Popular de Libertação de Angola, MPLA.

Ainda agora começou o novo ano e o desgoverno em Malanje já começa a dar sinais do desgaste desastroso de uma gestão acabrunha eivada de defeitos estruturais humanamente inaceitáveis em todos os sentidos! Estes sinais são a evidencia da imundície estilizada de governação que os esquisitões acoitados no centro do poder corrupto contagioso do impostor Eduardo dos Santos.

Luanda - Fiquei muito preocupado, com a forma como o governo vê, na pessoa do Senhor José Tavares, os vendedores ambulantes e como decide tratar, num futuro breve os milhares de Jovens Angolanos desempregados que encontram na “zunga” o seu ganha pão e suspento para a sua familia, já que a resposta do governo para o combate ao desemprego é morosa e pouco eficaz, principalmente para a camada mais baixa (analfabetos ou pessoas com apenas o ensino de base concluido), que constitui a camada dos zungueiros e zungueira, tratados carinhosamente por vendedores ambulantes.

O facto do presidente, dos Estados Unidos de America do Norte, Barack Obama, haver nomeado, a diplomata, Helen La Lime, para a futura embaixadora, dos EUA, em Luanda, deve constituir um verdadeiro orgulho e esperança, para Angola, e para todos os filhos e filhas da terra Angolana.

Recentemente recebi, um texto extensivo de investigação, sobre o Radicalismo Islamico que aos poucos vai tomando conta de toda a Africa e que também vai ganhando corpo em Angola e extrai algumas reflexões. Devo reconhecer que fiquei tão espantado e estupefacto com as estrategias dessa religião que carrega consigo, também expirações politicas e económicas e que quando os seus seguidores são a maioria numa nação ou estado, a minoria é obrigada a converter-se ou pagar caro pela negação de aderir ao Islamismo.

Página 277 de 288