Sexta, 17 de Setembro de 2021
Follow Us

O investigador Eugénio Costa Almeida defendeu hoje que a presença do presidente de Angola, José Eduardo dos Santos, no país "era exigível" neste momento para acalmar os ânimos, uma vez que "continua a ser o suporte da unidade nacional".

Editorial publicado pelo Jornal de Angola (Mpla) sob titulo "A manipulação da verdade" que apresentamos na integra.

Sexta, 22 Novembro 2013 18:27

Angola num momento crucial - Marcolino Moco

Por razões profissionais, não me encontro no país, pelo que posso eventualmente “meter alguma água” na interpretação das coisas. Mas ter medo de contribuir, mesmo com a possibilidade de cometer erros não é meu apanágio.

Peço humildemente a militância livre e democratica, a todos os amigos e simpatizantes do MPLA a manifestarem-se publicamente e sem medo, no dia 23 de novembro de 2013.

Quinta, 21 Novembro 2013 20:14

A manifestação de 23 de Novembro…

Angola é uma República “soberana e independente, baseada na dignidade da pessoa humana e na vontade do povo angolano, que tem como objectivo fundamental a construção de uma sociedade livre, justa, democrática, solidária, de paz, igualdade e progresso social” (artº 1º da Constituição) onde todos “gozam dos direitos, das liberdades e das garantias constitucionalmente consagrados e estão sujeitos aos deveres estabelecidos na Constituição e na lei” (artº 22º §1) além de todos serem “iguais perante a Constituição e a lei” (artº 23º).

A declaração do MPLA/JES em primeiro lugar não nos representa a todos os membros do MPLA, por outro lado e demonstrativo o medo que se entranhou nas hostes da elite do MPLA/JES, primeiro veio a terreiro o membro do comitê provincial de Luanda do MPLA/JES Norberto Garcia fazer através da “RNA” radio nacional de Angola declarações que propiciavam um outro pronunciamento mais contundente que veria através do atrapalhado bureau politico do MPLA/JES com os mesmos dizeres estupidamente feitos deficientemente por Norberto Garcia.

Joana Marques Vidal (J.M.V.) recebeu do “mais alto magistrado da Nação” o cargo de procuradora-geral da República.

O cargo e um mandamento a adicionar à Constituição da República e estatuto dos magistrados: “O Ministério Público (MP) deve falar a uma só voz”.

A ausência do ditador José Eduardo dos Santos,de Angola, que se traduziu na sua precipitada fuga, interpretada pelos serviços secretos do ditador, como sendo visita privada a Barcelona,só pode ser verdadeiramente traduzida, que JES, ele próprio, finalmente chegou a conclusão, de que já perdeu a razão. 

Página 263 de 268

Log in or Sign up