Segunda, 27 de Mai de 2024
Follow Us

Sábado, 03 Outubro 2020 18:54

Caso Movicel: O impacto das Decisões dos Conselhos de Administração VS Estudo de Mercado

Ora bem, nesse artigo o meu foco não é a Movicel nem a Unitel, mas o impacto das decisões dos conselhos de administrações contra as decisões emanadas de um estudo de mercado.

O caso Movicel serve apenas para ilustrar o que pode acontecer quando as decisões dos conselhos de administrações são priorizadas e ignorando a realização de um estudo de mercado por uma empresa especializada em estudos de mercado como a WIMANGOL.

Como podemos definir um Conselho de Administração Empresarial/organizacional?

Entende-se por um conjunto de membros/indivíduos dotados de know-how, visão, experiência no sector em que opera a empresa/organização. Cujo objetivo primordial é dar direção, garantir maior rentabilidade, e asseverar que a organização cumpra como seu objeto social pelo qual foi fundado.

O que é um estudo de mercado?

Devo repetir a minha definição do meu artigo anterior intitulado “Entre Marketing e Estudos de Mercado: Qual deve ser a prioridade número 1 das empresas Angolanas nessa fase do Covid-19? ”

Sendo assim, estudo de mercado em poucas palavras refere-se o processo pelo qual as opiniões e sugestões dos consumidores sobre um determinado produto ou serviço são recolhidos, dados esses que são geridos e analisados por uma empresa especializada em estudo de mercado como a www.wimangol.com.

Os dados analizados são então submetidos a contracting company (empresa contratante) por intermédio de um Report e por sua vez a empresa contratante irá tomar a decisão em base dos resultados do estudo de mercado realizado.

Torna-se imprescindível contratar empresa de estudo de mercado para se evitar perdas desnecessárias nos seus investimentos. Enquanto a decisão do conselho de administração tem um olhar Up-Down (de cima para baixo), por outro lado as decisões emanadas de um estudo de mercado tem um olhar Down-Up debaixo para cima. Portanto, deve-se manter esse casamento para melhor sustentabilidade e rentabilidade da empresa.

O melhor casamento desses elementos é quando como gestor sabes o que se está a passar no chão onde a escada está encaixada (no mundo dos consumidores) e o teto onde a escada finda (no mundo dos membros do conselho de administração). Como especialista em estudos de mercado recomendo aos empresários Angolanos a acatar com afinco esse conselho.

Caso Prático - Movicel

O Conselho de Administração da Movicel, terceira operadora telefônica móvel em Angola tivera tomado uma decisão que causou descontentamento e até repúdio por parte dos seus consumidores, por ter causado o aumento dos preços dos seus planos como Karga Tudo, Karga Nice, Karga Leve e demais planos. Praticamente o Plano de net e voz Karga Nice que custava 2,000 kwanzas, tivera passado ao preço de 10,000 kwanzas. Houve grandes represálias, descontentamento e até ouvia-se vozes a falarem em boicote comercial nos seus planos.

Decisão

A decisão do conselho de Administração do Conselho de Administração da Movicel como havia dito tem apenas um olhar de cima para baixo.  Pode-se facilmente chegar a conclusão que essa decisão de aumentar os preços dos planos não foi baseada num estudo de mercado.

Impacto Imediato

- A Unitel tão logo notou esse erro estratégico por parte da Movicel, rapidamente estruturou planos Unitel Mais que são vantajosos e passou já a comercializa-los. Tendo em conta a rede Unitel é mais forte que a da Movicel e para não falar de Saldo de Dados da Unitel que é mais forte como o Pau de Cabinda do que a doença de sono do Saldo da Movicel, então a Movicel deu conta que se insistir com as ordens superiores empresariais (conselho de administração) vai perder na corrida.

- Dado ao descontentamento dos consumidores de telefonia em Angola e consequentemente pelo receio da Movicel perder clientes ao seu competidor Unitel, a Movicel recuou na decisão e voltou a repor os planos anteriores, decidindo ouvir os consumidores finalmente. Note, algo que a Movicel teria feito antes da decisão das ordens superiores da empresa.

Porque isso aconteceu?

Muito simples, porque a Movicel não contratou uma empresa independente de estudo de mercado como a WIMANGOL para se determinar se seria ideal ou não essa decisão e por outra e isso viria diretamente dos consumidores (Down) para os administradores (Up) e não o inverso ou ausência de uma dessas partes.

Lição para os empresários e Administradores

- Nunca sobrestime a importância de contratar uma empresa independente de estudo de mercado.

- Antes de dares ouvido ao conselho de administração, primeiro ouça dos consumidores, porque quem compra o vosso produto é o consumidor e não os membros do conselho de administração. 

- Não tenta ser uma empresa que acha faz tudo, contrate empresas especializadas em estudo de mercado. Enquanto você cuida da qualidade dos seus produtos e serviços, as empresas de estudo de mercado como WIMANGOL pode cuidar melhor do posicionamento das suas marcas, tendências de mercado e monitorar e avaliar as opiniões dos seus consumidores, consumidores alvo e consumidores dos seus concorrentes no mercado.

Espero ter ajudado os empresários e aos Angolanos em geral.

I thank you

Por Moises M. Antunes “Wima The Poet” |Consultor Internacional de Estudos de Mercado e Desenvolvimento de Negócios Internacionais –África do Sul, Moçambique e Angola| Consultor de Relações Internacionais e Diplomacia| Tradutor Ajuramentado

Rate this item
(0 votes)