Sábado, 02 de Julho de 2022
Follow Us

Sexta, 22 Abril 2022 00:43

CASA-CE denuncia prisão de nove militantes de forma “arbitrária” em Cabinda quando afixavam cartazes

A CASA-CE, partido da oposição em Angola, revela que nove militantes seus foram detidos da quarta-feira, 20, quando se encontravam a colocar bandeiras da coligação em algumas artérias da cidade de Cabinda, em preparação da visita do seu presidente, Manuel Fernandes, na segunda-feira, 25.

“Diante da detenção arbitrária e da acção excessiva dos agentes da Ordem em Cabinda, desencadeada contra militantes em pleno exercício dos seus direitos políticos, consagrados na Constituição da República e na lei, o Colégio Presidencial da CASA-CE repudia e condena energicamente o acto de detenção, que na sua essência vem fragilizar ainda mais o já sofrível processo democrático angolano”, diz a coligação num comunicado divulgado nesta quinta-feira, 21.

Não sendo crime, nem violação de normas administrativas a colocação, na via pública, de bandeiras de partidos ou coligação de partidos políticos em período de pré-campanha eleitoral, ainda segundo a nota, a “CASA-CE apela às autoridades competentes, na província de Cabinda, no sentido de procederem a libertação imediata dos militantes sob detenção das forças policiais há mais de 24 horas”.

Recorde-se que o Presidente João Lourenço iniciou hoje uma visita a Cabinda, onde chegou ontem.

Activistas relataram um enorme reforço da segurança do Estado.

VOA

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Sexta, 22 Abril 2022 00:55