Terça, 20 de Abril de 2021
Follow Us

Sexta, 26 Fevereiro 2021 22:15

Rei do Bailundo condenado a 6 anos sai a pé do Huambo até Luanda para repudiar sua condenação

Uma caravana composta por cerca de (30) trinta, cidadãos, pretende sair a pé da província do Huambo até a capital angolana, Luanda, para repudiar a condenação, a seis anos de prisão, do rei Ekuikui V.

A referida marcha, agendada para o dia 15 de Março próximo, tem como finalidade exigir explicações sobre o atentado à soberania do rei do Bailundo.

Por causa desta humilhação toda, avança o soberano, dia 15 de Março vou partir com os membros da minha corte do Bailundo até Luanda, a pé, para exigir o respeito à minha soberania.

Acrescentou ainda que, o dia 15 de Março não tem nenhum significado a nível nacional, mas terá, salientando que o povo ovimbundo ocupa 46% do território angolano, "somos muitos".

Rei do Bailundo, dias depois da sentença, exigiu pedido de desculpas da juíza, sob pena de, a província do Huambo ficar sem chuva durante dois anos.

Condenado a 6 anos de prisão maior, por ter ordenado a execução de um cidadão num julgamento tradicional, o Rei do Bailundo disse, naquela altura, em entrevista ao Novo Jornal que foi condenado por razões políticas.

De recordar que, Armindo Kalupeteka, Ekuikui V, foi condenado no passado dia 02 de Fevereiro pelo Tribunal Provincial do Huambo (TPH) a pena de seis anos de prisão, por co-autoria no crime de homicídio voluntário preterintencional, ocorrido em 2017.

O tribunal disse ter provado a participação do soberano na morte do cidadão Jacinto Epalanga, a 14 de Março de 2017, na sequência de um julgamento tradicional, por crença ao feiticismo.

 

Rate this item
(1 Vote)

Log in or Sign up