Sábado, 25 de Mai de 2024
Follow Us

Quinta, 18 Abril 2024 14:46

General Higino Carneiro diz que “nunca pensou” candidatar-se à liderança do MPLA

O general angolano Higino Carneiro disse hoje que “nunca pensou” em candidatar-se à liderança do MPLA, partido no poder em Angola, observando que os militantes têm o direito de alterar os estatutos do partido de forma colegial.

Eu sou um soldado da pátria, eu sirvo onde o meu partido naturalmente me solicitar”, respondeu à Lusa Higino Carneiro, quando questionado se considerava a hipótese de avançar com uma candidatura à liderança do Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA, no poder desde 1975), acrescentando que “nunca lhe passou pela cabeça” tal pretensão.

Em declarações no final de uma conferência alusiva aos 22 anos de paz e reconciliação, o conhecido general angolano e membro do disse que o seu partido “não está em campanha”.

O nome de Higino Carneiro, membro do Comité Central e do Bureau Político do MPLA e general na reserva, é apontado em vários círculos como possível candidato à liderança do MPLA, atualmente dirigido por João Lourenço, que é também Presidente da República de Angola.

João Lourenço está impedido constitucionalmente de avançar para uma terceira candidatura a Presidente de Angola.

Para Higino Carneiro, as abordagens a associarem o seu nome à liderança do partido surgem das redes sociais em que “se escreve e se fala tanto e se promovem intrigas para criar a divisão” entre os membros do MPLA.

Sobre a possibilidade de alterações dos estatutos do MPLA, o general angolano disse não existir tal pretensão no seio do partido, salientando, no entanto, que os militantes “têm o direito de promover alterações dos seus estatutos”.

“É uma decisão colegial, se haver essa necessidade seguramente haverá, mas ela tem de ser apresentada”, argumentou à Lusa.

Reuniões do Bureau Político e do Comité Central do MPLA estão agendadas para sexta-feira e sábado, em Luanda, cuja agenda não foi tornada pública, com as candidaturas e a alterações dos estatutos entre os possíveis temas que devem dominar o encontro.

Questionado sobre a reunião destes órgãos do seu partido, Higino Carneiro respondeu: “Sim, são reuniões regulares, são reuniões que se promovem trimestral ou semestralmente em conformidade com o calendário da organização do partido”.

Higino Carneiro, ex-governador das províncias de Luanda, Cuanza Sul e Cuando-Cubango, e o general Clemente Cunjunca foram os convidados da Associação Provincial dos Estudantes de Luanda, e abordaram hoje os caminhos para o alcance da paz em Angola.

Rate this item
(1 Vote)