Terça, 18 de Junho de 2024
Follow Us

Domingo, 21 Mai 2023 12:02

EUA pondera investir 250 milhões de dólares no corredor ferroviário do Lobito

Os Estados Unidos estão a avaliar um potencial financiamento no valor de 250 milhões de dólares (231 milhões de euros) no corredor ferroviário do Lobito, disse a Casa Branca.

Num comunicado divulgado no sábado, a presidência norte-americana disse que o financiamento seria feito através da agência governamental US International Development Finance Corporation (DFC, na sigla em inglês).

O investimento faria parte da iniciativa Parceria para Infraestruturas e Investimentos Globais para países de baixa e média rendimento, lançada pelo Presidente norte-americano Joe Biden e pelo bloco G7.

O projeto do Lobito é “o primeiro passo para ligar e desenvolver a atividade comercial e económica de Angola à RDC [República Democrática do Congo] que pode ajudar a promover maiores investimentos na agricultura, infraestrutura digital e acesso alargado à eletricidade”, afirmou a Casa Branca.

Os EUA estão “a procurar ativamente oportunidades adicionais para ligar os investimentos iniciais do corredor do Lobito através do continente, à Tanzânia e, finalmente, ao oceano Índico”, referiu o comunicado.

O corredor do Lobito é formado pelo porto desta cidade e pelos Caminhos-de-Ferro de Benguela, sendo a rota de exportação mais rápida para o cobre, cobalto e outros minérios aos países como a Zâmbia e a RDC.

Outro órgão governamental, a Agência dos EUA para o Desenvolvimento Internacional, anunciou, também no sábado, uma iniciativa de pagamentos digitais com a operadora de telecomunicações Africell para apoiar serviços de Internet e dinheiro móvel em todo o corredor do Lobito.

O coordenador especial de Joe Biden para infraestruturas globais e segurança energética, Amos Hochstein, disse em fevereiro que os EUA são “apoiantes entusiásticos" do corredor do Lobito, que vai “tornar os investimentos mais financiáveis, reduzindo custos e aumentando oportunidades”.

Na sexta-feira, dia em que se completaram 30 anos sobre o estabelecimento de relações diplomáticas entre os Estados Unidos e Angola, Joe Biden disse que os dois países estão a expandir a cooperação económica.

O presidente norte-americano sublinhou “a procura de investimentos adicionais através da Parceria para Infraestruturas e Investimentos Globais para construir infraestruturas de qualidade e sustentáveis que liguem Angola aos mercados globais”.

Em janeiro, os ministros dos Transportes de Angola, RDC e Zâmbia assinaram um acordo para a criação da Agência de Facilitação do Transporte de Trânsito do Corredor do Lobito, com o objetivo de melhorar o transporte ferroviário de mercadorias.

Rate this item
(0 votes)