Domingo, 14 de Agosto de 2022
Follow Us

Domingo, 05 Junho 2022 00:07

Sociedade Civil Contestatária nega acusações de que seja financiado pela UNITA

A Sociedade Civil Contestatária (SCC), repudia energicamente a intenção dolosa de um cidadão identificado por João Walter, autor de um áudio posto a circular nas redes sociais, onde faz falsas declarações sobre a SCC, alegando que a organização recebe financiamento da UNITA para realizar manifestações de protestos no país.

Segundo uma nota de esclarecimento, a que Angola24horas teve acesso, esta sexta-feira, 03 de junho, a SCC diz que em gesto de conclusão, o mesmo áudio refere que a UNITA está em dívida monetária com a organização.

"Diante do exposto, compete-nos esclarecer que essas declarações não constituem verdade, são manobras do Serviço de Inteligência e de outros organismos públicos com vista a descredibilizar a oposição e os movimentos de pressão que lutam pela alternância política, por um lado; por outro, o cidadão em questão não é conhecido nas lides do activismo, não é membro da SCC e apresenta-se por meio de perfis falsos", lê-se na nota.

Por isso mesmo, sublinha, não faz parte das estruturas da organização e, deste modo, as suas declarações estão desclassificadas e sabemos exactamente de onde se originam e que repercusões o regime pretende causar com isso.

Esta organização da Sociedade Civil, assegura que os seus membros estão firmes e fortes na resistência, acrescentando que não são pagos por este ou aquele partido político, nem são financiados por qualquer político.

"A nossa luta se resume na conquista de boa qualidade de vida do povo angolano, ou seja, na luta contra as desigualidades sociais, má gestão do país há 46 anos de neocolonização e problemas associados da inteira responsabilidade do MPLA", garantem os activistas cívicos.

Rate this item
(0 votes)