Segunda, 25 de Outubro de 2021
Follow Us

Quinta, 16 Setembro 2021 09:23

José Eduardo dos Santos: Deputada da Unita diz não aquece nem arrefece, do MPLA pede respeito

O antigo Presidente angolano José Eduardo dos Santos regressou ao país ontem, sem prestar qualquer declaração.

Ele foi recebido pelo protocolo do Estado, mas nenhum governante ou dirigente do MPLA foi ao encontro dele no aeroporto.

O “patriarca” da família Santos voltou dois anos e cinco meses depois de se ter ausentado por questões de saúde, segundo foi dito na altura. No campo político, o regresso de Santos ao país que governou por 38 anos é recebido com opiniões díspares.

A vice-presidente da bancada parlamentar da UNITA, na oposição, Mihaela Webba, considera que esse regresso não aquece nem arrefece e diz que há coisas mais importantes que preocupam o seu partido.

 

“José Eduardo dos Santos não criou estruturas no país para serem utilizadas em segurança, as poucas que existem, para poderem eventualmente conseguir tratá-lo quando fosse preciso, como a clínica Girassol, etc., do ponto de vista dele não são seguras, teve que fugir do país para ser tratado, ele volta ok, nós não sabemos se para ficar, se vai ser delegado ao congresso do MPLA, acho que há coisas em Angola muito mais importantes para nos preocuparnos do que o regresso de José Eduardo dos Santos”, sublinha Webba.

O deputado pela CASA-CE, na oposição, Makuta Nkondo reconhece estar expectante em relação à postura da justiça no tratamento dos filhos do antigo Presidente, que, refira-se, tem imunidade,

"Ha vários processos na justiça contra seus filhos, Zenu, Isabel dos Santos, mas sabemos que quem facilitava o acesso ao dinheiro do Estado era o pai, eu estou curioso em ver se a justiça angolana está no encalço da familia dos Santos, o patriarca da família já, veio, está aí, vamos ver como é que vai ser", diz aquele parlamentar.

O facto de o Presidente João Lourenço não ter ido receber o seu antecessor no aeroporto chamou a atenção de Nkondo, para quem “parece que João Lourenço fez de propósito, para evitar José Eduardo dos Santos, pelo menos ir receber, pela tradição bantu João Lourenço devia receber o seu mais mais velho e padrinho do poder".

Para o secretário-geral do PR, Rui Malopa, o antigo Presidente está a colher o que plantou ou o que não plantou porque “José Eduardo dos Santos e toda a sua cúpula naquele período surrupiaram os recursos do país para benefício próprio, não criaram condições, hoje estamos a ver o país, o povo sem quase nada, ele volta e encontra estas mesmas condições que ele não criou, todos nós ficamos envergonhados".

Por seu lado, o deputado do MPLA, no poder, João Pinto defende ser necessária mais consideração por quem dedicou toda a sua vida em prol dos angolanos.

"Todos nós nutrimos um carinho, respeito e estima, ele é bem-vindo, eu noto uma certa euforia nas redes sociais, alguns tentando criar situações embaraçosas, é preciso evitar especulações e manter o respeito por um homem que dedicou quase 50 anos da sua vida para os angolanos", afirma Pinto.

José Eduardo dos Santos, de 79 anos de idade, deixou Angola em Abril de 2019 e instalou-se em Barcelona, tendo feito deslocações ao Dubai, onde também passou algumas temporadas.

Ele regressou a Luanda na tarde da terça-feira, 14. VOA

 
Rate this item
(0 votes)

Log in or Sign up