Sexta, 19 de Abril de 2024
Follow Us

Terça, 25 Agosto 2020 19:37

MPLA vai renovar mais de metade da direcção

O Bureau Político do MPLA deliberou, hoje em Luanda, a renovação dos órgãos colegiais intermédios e nacional em 55 por cento e a continuidade de 45 por cento dos membros, no âmbito do 8º congresso ordinário do partido.

A decisão foi tomada durante a terceira reunião ordinária, orientada pelo presidente do MPLA, João Lourenço, no Complexo Turístico Futungo II. A reunião apreciou os documentos reitores de preparação e realização do 8º Congresso Ordinário, cuja data não foi mencionada no comunicado final. O conclave vai introduzir inovações na paridade do género em relação à representação dos delegados e à composição dos órgãos colegiais intermédios e nacional.

Nesse sentido, segundo o comunicado, o BP deliberou que a representação feminina seja fixada até 50 por cento do total de delegados participantes nas conferências intermédias e no Congresso. O órgão de cúpula deliberou, igualmente, para o estabelecimento de uma cifra até 50 por cento do género feminino na composição dos órgãos colegiais intermédios e nacional do MPLA.

Outra nota de destaque recai para a atribuição de uma cifra de 35 por cento para a representação da juventude com idade compreendida entre 18 e 35 anos. O comunicado da reunião refere que o 8º congresso ordinário do MPLA será o primeiro de carácter ordinário a realizar-se sob a liderança de João Lourenço, desde a sua eleição como presidente do partido.

Considera que o conclave vai ser uma plataforma política com vários objectivos, entre os quais se destacam a reafirmação da liderança do presidente João Lourenço, a preparação do partido para os desafios políticos e eleitorais e a unidade e coesão da organização.

Além de apreciarem os documentos fundamentais para o 8º Congresso Ordinário do MPLA, os membros do BP analisaram, também, as condições técnicas, logísticas e materiais, tendo em conta os condicionalismos decorrentes da Situação de Calamidade vigente no país, devido a pandemia da Covid-19.

Reafirmação da liderança de João Lourenço

A nota de imprensa aponta que o VIII congresso, o primeiro de carácter ordinário orientado por João Lourenço, deverá reafirmar a liderança do seu presidente e preparar o partido para os desafios políticos e eleitorais futuros.

Deverá ainda assegurar a unidade e coesão da organização política, fundada a 10 de Dezembro de 1956.

Jornalista Joana Tomás candidata à SG da OMA

O Bureau Político aprovou a indicação de Joana Tomás para candidata ao cargo de secretária-geral da Organização da Mulher Angolana (OMA), a ser eleita no VII congresso ordinário da organização feminina do MPLA, previsto para Março de 2021.

O cargo é ocupado desde 1999 por Luzia Inglês Van-dúnem, de 72 anos de idade.

II secretários provinciais

A reunião aprovou também as propostas de provimento dos cargos de segundos secretários dos comités provinciais do MPLA no Cuando Cubango, Cunene, Cuanza Sul, Huambo, Luanda e Uíge, respectivamente, por Carla Maria Cativa, Gonçalves Namweya, Agostinho Domingos Cassessa, Augusto Chimuco Samucambo, Nelson Funete e Pedro Augusto Conga.

 

Rate this item
(0 votes)