Domingo, 03 de Julho de 2022
Follow Us

Terça, 14 Janeiro 2014 10:00

Indicação de Novo embaixador de EUA para Luanda constitui boa noticia - Pedro da Silva

O facto do presidente, dos Estados Unidos de America do Norte, Barack Obama, haver nomeado, a diplomata, Helen La Lime, para a futura embaixadora, dos EUA, em Luanda, deve constituir um verdadeiro orgulho e esperança, para Angola, e para todos os filhos e filhas da terra Angolana.

Na verdade, qualquer observador atento, que sabe seguir com particular atenção, os meandros, com que se cozinham os assuntos de Angola, em Washington DC, nunca veria com bons olhos, uma ausência, dum embaixador, dos EUA, junto do governo de Luanda.

Agora, os Angolanos, particularmente a Oposição, que ao que parece, esta já unida, em Angola, deveria, e bem, aproveitar, a presença da diplomata, da maior superpontencia mundial, em Luanda, com vista a esta Oposição em Angola, convencer o presidente Jose Eduardo dos Santos, por todos os meios, pacíficos possíveis, para juntos, absolutamente juntos, ensaiarem em Angola, o modelo Mandela, para a verdadeira reconciliação nacional na nossa terra.

Modelo, este, que uma vez já funciono, e bem, na Nação Arco Iris, a Republica da África do Sul, pessoalmente, gostaria de acreditar, que o mesmo pode e bem, também funcionar em Angola.

Doutro modo, porque razão, e que os Angolanos, estão a dançar uma musica,dançando por dançarem, sem descobrirem sequer, quem e o verdadeiro artista, ou o dono da orquestra?

Por outras, palavras, os estrangeiros, nunca quererão ver, os Angolano, verdadeiramente unidos, com vista a chegarem à paz, sozinhos, sendo que, para certos círculos internacionais, só o petróleo, os diamantes etc. etc., e que importam, e não poucas vezes, ate mesmo, o repeito pelos direitos humanos, também não importa, sempre e quando, de roubar riquezas, de Angola, se trata.

E, e aqui, e que a porca, torce o rabo.

Porem, infeliz ou desgraçadamente, ninguém, mas ninguém em Angola se haja dado conta, desse pobre, mas verdadeiro detalhe, que uma vez bem interpretado, por todos os cérebros, pensantes em Angola, a nossa terra, pode sim conhecer, neste 2014, um verdadeiro perdão, mutuo, entre todos os filhos e filhas de Angola, incluindo, o presidente Jose Eduardo dos Santos, sua família, bem assim como os seus seguidores.

Porem, compatriotas, esta minha reflexão, provavelmente, nunca será bem recebida, se calhar pela maioria, dos Angolanos patriotas.

Porem deve acrescentar, a todos os meus compatriotas, especialmente a S. Exas, Isaias Henrique N'gola Samakuva, Abel Epalanga Chivukuvuku, Joaquim Pinto de Andrade, Eduardo Kwangana, Sediangani M’bimbi, Ngola Kabangu e ou Lucas Ngonda, Alberto Neto e outros lideres da oposição ao regime do presidente JES.

Ilustres, lideres da Oposição, a reconciliação para Angola, nunca poderá significar, a caca as bruxas, as desnecessárias vinganças, ódios e ou os desnecessários julgamentos em Haias etc.

Reconciliação, para Angola, deveria passar, no verdadeiro espírito solido, de perdão mutuo, entre todos os filhos e filhas de Angola, incluindo o presidente JES, sua família e seus seguidores.

Angola tem todas as condições, possíveis de imaginar, para que o espírito e a letra, do finado Ícone da paz e de esperança, mundial, Nelson Mandela, seja implementado, na nossa terra, porque,pessoalmente,e Deus, todo poderoso, que me esta dizendo, que semelhante modelo, pode e bem, funcionar também na nossa terra.

Porem, e tal como aconteceu na África do Sul, e acontece, em todas as grandes sociedades, Angola, não deve ignorar a presença da Igreja Angolana, para que se lhe permita orar, pelos Angolanos, pedindo primeiro, o favor de Deus para Angola.

Porque, em e preciso que nos lembremos de todos, de que só a Deus, pertence tomada, e qualquer ultima decisão, de todos e quaisquer planos, que desejamos para o bem, das nossas vidas, em comum, e ou singularmente.

Angola terá oportunidade de conhecer, a verdadeira reconciliação nacional, sempre e quando todos tenhamos a coragem de reconhecer, que a nossa terra, viveu uma guerra civil, tão devastadora, que no fundo, no fundo, continua ainda a dividir, profundamente, os seus filhos e filhas.

Esta situação tem sido muito bem aproveitada, pelos estrangeiros, razão pela qual, o presidente JES, anda tão amedrontado, por isso e que, o presidente Angolano, tem estado a viver o dilema, mais difícil, da sua vida na Cidade Alta.

Quando de resto, aparentemente, o presidente, JES, mesmo doente, parece querer continuar, a (governar, Angola), porem, ao mesmo tempo, que o presidente, Angolano, não pode continuar no poder, por medo, que algo de mal, lhe aconteça.

Porque na verdade, em Angola, ninguém tem a coragem, de tomar à dianteira, para que JES, seja efetivamente, perdoado, pelos Angolanos, para que esta triste e longa historia, deste mais do que turbulento, processo político, em Angola, finalmente seja posto, sobre os carriz, e sob efeito domino, Angola, desembocar, na desejada, democratização do próprio MPLA, e ou, no desejado e merecido, caminho da Democracia na nossa terra.

Doutro modo, porque razão, andamos aos desnecessários insultos, uns contra os outros, em Angola,quando a nossa terra, e tão rica demais, e porque aqueles que roubaram, o que roubaram, podem investir o nosso dinheiro, na nossa terra?

Porque razão, andamos com estúpidas promessas, de voltarmos outra vez, a uma desgraçada guerra civil, que só interessa aqueles que nos querem nos ver de joelhos, verdadeiramente, atropelados, e levados ao crucifixo, para que eles continuem a nos vender mais, e mais espingardas, para nos matarmos entre-nos mesmos?

Mas, porque meu Deus do Ceu?

Ilustre Presidente JES, Ilustres, lideres da Oposição, Angola, só de petróleo, para não falarmos, em diamantes, café, fosfatos, ferro ouro, madeira, etc. etc. a nossa terra, esta neste momento a produzir 16 milhões de barris de petróleo dia.

Divididos, por suponhamos, por 20 milhões de Angolanos, e provável, que cada Angolano, tenha direito a 1000 barris, de petróleo dia, vezes $200 dólares.

Pessoalmente, sou alérgico em contas. Mas, quantos dólares, Norte Americanos, teria direito a cada Angolano, por dia, pelo menos em projectos sociais?

E, contrariamente, porque razão, o homem Angolano, vive actualmente, com os míseros, $1,95 centavos por dia?

Só que agora, já não e isso, o que mais importa.

O que importa agora, e a reconciliação, entre os filhos e filhas Angolanos, sendo que aqueles que um dia (venderam ovos) e no dia seguinte, viraram betonarias, etc., se lhes deve permitir que tal dinheiro, seja investido em Angola, para que gere emprego, para Angola, para os seus filhos, etc. etc.

Voltando a vaca fria, tudo o dito a atrás, pode ser uma realidade em Angola, sempre e quando, a presença, da nova embaixadora, dos EUA, em Luanda, que para mim e de facto boa noticia, se tal presença, vier a ser bem aproveitada, quer pela oposição unida, assim como pela Presidência da Republica de Angola.

De resto, tal poderia abrir portas, ate para que o presidente JES, e ou Manuel Vicente, um dia possam eventualmente, serem recebidos aqui, no Departamento de Estado Norte Americano, em Washington, DC, e ou, noutros Centros de decisões, dos problemas do nosso planeta, sem os habituais constrangimentos, que no fundo só envergonham, a todos nos e Angola inteira.

Quando, de resto, o presidente, JES, creio que necessita dum merecido descanso, para que o presidente Angolano, que já anda, há muito tempo no poder, continue, finalmente com seu tratamento medico aonde ele quer que deseje, e ou regressar a Angola, sempre e quando o queira fazer, saindo assim, deste penoso e estressante, dilema sem fim.

Pedro da Silva

Sarasota Florida

U S A

Rate this item
(0 votes)