Sábado, 31 de Julho de 2021
Follow Us

Quarta, 19 Março 2014 08:56

Por que razão JES deve pendurar as luvas e deixar o MPLA livre para o bem da Democracia Angolana?

A actual cultura de Terrorismo de Estado, instigada pelo presidente José Eduardo dos Santos em Angola, com vista a manter intactos os interesses do Clã dos Santos na nossa terra, é um autêntico crime, que já deveria levar o velho Dos Santos a caminho da renúncia da presidência de Angola, se os líderes Angolanos, incluindo os do próprio MPLA, tivessem entendido que afinal Angola há muito se democratizou, pelo menos teoricamente falando.

Pessoalmente, custa-me de facto a acreditar que tenhamos tantos seres pensantes em Angola, tantos "Drs.", etc. etc., e mesmo assim ao velho Dos Santos, que mesmo tendo estado praticamente em estado de coma algures na Europa, se lhe deu a ousadia de governar Angola mesmo desde o leito hospitalar em Barcelona/Moscovo, dando à perigosa (“irônica”) sensação de que Angola se encontra ainda nos tempos em que Constantin Chernenko era o chefe do comunismo mundial, na Antiga União das Repúblicas Socialistas Soviéticas, no Kremelin-Moscovo.

Compatriotas, Angola está de facto a cometer o que para mim representa o pior erro da história moderna da nossa terra, ao deixar que um regime policial/Canheche governe a nossa terra, sob olhar silencioso de todos nós, incluindo as forças armadas e outros, que na verdade já deveria há faz tempo impor a lei e a ordem em Angola, trazendo o velho dos Santos à razão, sendo que até mesmo no tempo colonial, os jacarés em vez de devorarem os Angolanos, "pagavam impostos". Quando, paradoxalmente, agora que se diz que Angola é independente, JES usa jacarés para devorarem os filhos dos outros em Angola.

Que Ironias essa compatriotas!

E como se não bastasse, ainda que a constituição Angolana seja pluripartidária, JES faz exatamente o contrário, dando-se ao luxo de amedrontar todos em Angola, inclusive os seus correligionários.

Por outras palavras, mesmo Angola tendo um sistema teórico pluripartidário, JES governa usando exatamente os mesmos métodos do MPLA-Partido do trabalho dos tempos de Chernenko Bacuista, do Kremelin.

Sim, JES aceitou promulgar uma constituição multipartidária na terra Angolana, mas governa sob métodos muito piores do que no tempo do partido único.

 Se não tenho razão, alguma vez os colonialistas Portugueses deixaram algum colonizado à mercê dos jacarés dos rios Angolanos?

Ou, se a democracia que temos em Angola não é apenas teórica, como engolir que JES esteja hoje fintando todos em Angola e no estrangeiro, incluindo os seus "aliados", Rússia e China, no que toca à sua sucessão, quando tudo indica que o Sr Manuel Domingos Vicente não passa de um "manequim" da Cidade Alta, sendo que tudo leva a crer que JES vai mesmo aventurar-se deixando na presidência do MPLA e de Angola o seu adolescente filho, José Filomeno de Sousa dos Santos, "Zenu", mesmo sabendo que nunca haverá consenso para o efeito até no MPLA?

Quer dizer, o Clã dos Santos, aproveita-se do espírito de "vamos fazer mais como?" traduzido nesta perigosa resignação dos Angolanos, incluindo a chamada inexistente oposição ao regime de JES, que mais não busca senão os benesses do erário público de Angola, ao invés de arregassar as mangas para a trazer o velho dos Santos  à razão.

De todas as formas, se a maior parte dos nossos líderes da oposição andam há tanto tempo no poder (tal como JES) como esperar o que quer que seja destes?

Por isso é que tenho dito que Angola deve permanecer na fé.

Porque, a verdadeira terceira via para Angola há muito foi desenhada, e Deus há de mostrá-la aos povos de Angola e a JES, quando chegar a hora da verdade para o efeito.

Pessoalmente, devo sublinhar que muitos de nós, especialmente eu,nunca admitiremos essa autêntica desordem dos Santista em Angola.

Sim, Angola está numa autêntica desordem, e alguém tem de arrumar a casa em Luanda.

Quer dizer, JES cogita que matou Savimbi, matou M'fulupinga, matou Ricardo de Melo, só para citar alguns exemplos, agora sim JES enganosamente sonha que já pode criar uma suposta Monarquia dos Santista em Angola?

Que JES não se engane, porque é mentira. Nunca haverá uma suposta Monarquia Bacuista em Angola. Nunca haverá. Repito: Não e Nunca.

JES na minha opinião ainda vai a tempo de perdoar-se a si mesmo, e logo pedir perdão ao Angolanos, para que outros sigam o exemplo.

O tempo da violência agora já pertence ao passado.

Angola necessita desesperadamente de uma comissão de verdade e de reconciliação nacional, onde todos os filhos e filhas da terra se possam rever e orar a Deus uns pelos outros, para que a nossa terra possa finalmente sorrir novamente, depois de mais de 500 anos de terrível colonização Portuguesa, seguidos de mais 35 anos de um regime verdadeiramente policial que, praticamente, empurrou todo um povo à mercê deste Calvário Dos Santista sem fim em Angola.

Hoje em dia já não é mais segredo para ninguém que o único, e se calhar o último obstáculo para que Angola possa  de facto ter pernas para andar, não é mais nem menos, senão o Sr Dos Santos.

É ele o promotor de todas as discórdias em Angola, quer no próprio MPLA, nos chamados partidos da oposição em Angola, já para não falar desta eterna intolerância política, traduzida em autênticos assassinatos selectivamente bem coordenados pelos homens e mulheres dos Santistas.

É o Sr dos Santos que confunde o nariz do porco com a tomada de eletricidade, a democracia com os métodos Leninistas em Angola, e que promove o actual terrorismo de estado em Angola com o uso dos jacarés do rio Bengo a mistura etc etc.

Na verdade, é ele o Sr que arroga que ele e seu filho Zenu são os únicos "iluminados" em Angola, blá blá blá.

Mas, pessoalmente, insto ao Sr dos Santos para que aproveite este ano em que vários chefes de estado do continente negro, incluindo JES, receberam um convite do Departamento de estado dos EUA, para a histórica reunião que terá lugar em Agosto próximo aqui em Washington DC com o presidente Barack Obama.

Insto uma vez mais dizia a JES para que, antes que a delegação de Angola chegue ao Capitólio na capital Norte America, que JES crie uma comissão de verdade e de reconciliação em Angola, seguida de uma amnistia geral de todos os crimes cometidos em Angola, incluindo económicos, de informação, etc, etc, para que Angola seja definitivamente apaziguada.

Doutro modo, pessoalmente não vejo uma justificação substancial que favoreça o Sr Manuel Domingos Vicente, José Eduardo dos Santos, ou seja quem for, a chefiar a delegação Angolana que vem à reunião de Washington DC,receber um tapete vermelho como tal, que se traduza na recepção de uma delegação de Angola "democrática"/reconciliada.

Mas, o mais importante no meio desta e de todas as cogitações tendentes ao apaziguamento da terra Angolana, é que o velho dos Santos considere voluntariamente a sua partida, particularmente, da presidência do MPLA e da República de Angola.

Porque o Movimento Popular de Libertação de Angola, MPLA, deve ser uma peça importante para o nascimento da nossa democracia em Angola.

Sendo que se Angola está a lutar para sair desta tirania sem fim, instigada e mantida pelo Clã da situação, seria de facto extremamente arriscado pensar numa suposta democracia em Angola sem a participação do MPLA.

Mas contrariamente, um MPLA, conduzido com a mão de ferro dos Santista, e que trata a UNITA e o resto dos partidos da oposição ao regime de JES, como sendo uns "maninhos” ou, se quisermos, uns miúdos em relação ao MPLA, razão pela qual os da UNITA e os outros em Angola são autênticos candidatos a ser empurrados para o cemitério a todo o momento por Angola inteira, então é caso para dizer que, a ser assim, Angola continuaria gravemente doente e se a situação continuar tal como está, então tudo está em aberto naquela terra do Sudoeste de África.

Mas tenho de insitir dizendo aos povos de Angola que permaneçam na fé.

Porque se este ano for o ano em que todos os senadores/congressistas dos EUA estarão preocupados com a sua reeleição, sendo que será o ano das chamadas eleições do meio termo nos EUA, logo após as eleições de novembro próximo, muitos de nós havemos de intervir junto do congresso/Senado dos EUA, com vista a perguntar aos líderes das camarás Alta e baixa dos EUA se o Sr dos Santos só nasceu para infernizar Angola e seus povos.

Sim o faremos e através dum Inglês verdadeiramente fluido, com o sotaque verdadeiramente Norte Americano, para que a mensagem possa chegar às pessoas certas, que costumam tomar as  definitivas decisões de correr com os "democratas" hipócritas espalhados pelo mundo, em nome do Pluralismo democrático inexistente em vários países do terceiro mundo, incluindo Angola.

Por isso, caso o Sr dos Santos queira sair tranquilamente da Cidade Alta,para uma merecida reforma, tal como tenho incansavelmente vindo a aconselhar, então que pendure as luvas voluntariamente, e, de forma humilde e inteligente, tal como o acaba de fazer o veterano, Lopo Fortunato de Nascimento.

Doutro modo então, eu diria que JES seria uma presa tão fácil, ali na Cidade Alta que, de resto, há muito se auto-aprisionou ali, donde sairá um dia desses se calhar, duma maneira mais feia do que,a do seu amigo Laurent Gbabo da Costa do Marfim, que hoje lamenta a sua vida numa boa prisão,do tribunal penal internacional em Haia, na Holanda.

Se alguém em Angola tem dúvidas sobre o dito atrás, acaso JES é o dono absoluto de Angola? Ou o seu filho Zenu alguma vez comprou o nosso país e a todos nós?

Se alguém acha que JES, por ter "tanto poder" em Angola, continuaria internamente ali na Cidade Alta, então como saiu Kabila, pai do poder em Kinshasa? Ou como saiu Muamar Kadaffi da Libia, Muamar Siade Bare da Somália, só para citar alguns exemplos da eterna casmurrice Africana?

Voltarei como sempre.

Orlando Fonseca

Analista Político

South Beach Florida

U S A

Rate this item
(0 votes)

Log in or Sign up