Domingo, 21 de Abril de 2024
Follow Us

Terça, 06 Fevereiro 2024 08:58

Pagamentos com Cartão Pré-Pago lá fora disparam 115% para 549 mil milhões Kz

Montante gasto no estrangeiro em 2023 mais do que duplicou em termos homólogos, mas número de operações caiu 2%. Desde 2013 os angolanos já gastaram 1,4 biliões Kz no estrangeiro com cartões pré-pagos. 58% do total foram gastos nos últimos dois anos (2022 e 2023).

Em 2023 os pagamentos e levantamentos com cartões pré-pagos de marca internacional emitidos em Angola e utilizados no estrangeiro atingiram os 549,4 mil milhões Kz, um crescimento de 115% em relação aos 255,1 mil milhões Kz registados no ano anterior, ou seja, o valor mais do que duplicou, de acordo com cálculos do Expansão baseados nas Estatísticas do Sistema de Pagamentos do Banco Nacional de Angola (BNA) recentemente divulgados.

Por outro lado, o número de operações efectuadas em 2023 caiu 2% em relação ao ano anterior, o que pressupõe que foram movimentadas quantias mais avultadas. Ou seja, gastou-se mais em menos operações. No total foram registadas 11,8 milhões de operações, menos 286,1 mil do que no ano anterior.

Na base desse aumento do volume das quantias movimentadas em cada operação realizada pelos angolanos no estrangeiro está o facto de serem hoje necessários mais kwanzas para realizar as mesmas operações de pagamentos em dólares ou em euros que se realizavam no ano passado. Importa ainda realçar que em 2022 foram movimentados com pré-pagos no estrangeiro 255 mil milhões Kz em 12,1 milhões de operações.

O economista Carlos Lumbo reforça a ideia e aponta a depreciação do Kwanza como uma das principais causas. "Em 2023, havia ainda um considerável aumento no número de pessoas a emigrar ou a recorrer a bens e serviços externos por diversas questões da vida ou negócio. E, com a considerável depreciação do Kwanza [39% em 2023], tornou- -se necessário despender mais desta moeda por cada unidade de moeda estrangeira", sublinha.

Vale ainda ressaltar que o total movimentado com cartões pré- -pagos no estrageiro em 2023 é o valor mais alto dos últimos 10 anos, e com o segundo maior número de operações realizadas, o que indica um contínuo crescimento no número de usuários dos cartões pré-pagos de marca nacional no exterior do País.

Para se ter uma ideia, só no último ano, 2023, foram gastos 39% do valor global gasto na última década.

De acordo com cálculos do Expansão, desde 2013 os angolanos já gastaram no estrangeiro com cartões pré-pagos cerca de 1,4 biliões Kz. Deste total, 58% foram gastos nos últimos dois anos (2022 e 2023), ou seja, mais de metade do total foi gasto em apenas dois anos.

Gastos cresceram 42% em dólares e 39% em euros

Mesmo com a desvalorização em quase 40% da moeda nacional registada entre Maio e Junho de 2023, o valor gasto pelos angolanos lá fora em dólares norte- -americanos cresceu cerca de 42%. De acordo com cálculos do Expansão, em 2023 os angolanos efectuaram no estrangeiro gastos com cartões pré-pagos equivalentes a 796,0 milhões USD, ao câmbio médio anual do BNA contra os 560,2 milhões USD de 2022.

Já em relação à moeda europeia (euro), verificou-se um aumento de 39% ao passar de 530,9 milhões em 2022 para 735,7 milhões em 2023.

Para efectuar compras e pagamentos no estrangeiro com cartões pré-pagos emitidos em Angola, os usuários têm custos com a conversão da moeda, a emissão, anuidade e carregamento dos cartões que variam de acordo com o banco a que o cartão está associado.

Numa ronda feita nos sites de alguns dos maiores bancos do mercado nacional (BAI, BFA, BCGA, BIC, Standard Bank e Millennium Atlantico), constatou-se que apenas os três primeiros disponibilizam cartões pré-pagos e de crédito Visa. Os restantes disponibilizam apenas cartões de crédito Visa. Os cartões pré-pagos possuem uma taxa de emissão que varia entre 4.000 Kz a 15.000 Kz, com anuidades entre os 2.500 Kz e os 7.500 Kz. Para efectuar pagamentos através destes cartões há um custo associado de 3% do valor para levantamentos em ATM"s, e TPA fora de Angola.

Além dos cartões pré-pagos, existem também os cartões de crédito de marca nacional que podem ser usados para efectuar compras e pagamentos lá fora. Estes com menos expressão em relação aos cartões pré-pagos movimentaram em 2023 cerca de 145,4 mil milhões Kz num total de 1,7 milhões de  operações. Expansão

Rate this item
(1 Vote)