Sexta, 17 de Setembro de 2021
Follow Us

Quarta, 14 Julho 2021 15:55

Bento Kangamba triste pelo ultimato diz que a FAF só quer manchar o nome do Kabuscorp

Em reação ao comunicado da Federação Angolana de Futebol (FAF), que dá 30 dias ao Clube do Palanca para liquidar dívidas contraídas à equipa técnica do Kabuscorp, referente a época de 2019, na altura liderada pelo técnico português Paulo Torres, Bento Kangamba diz estar triste pela forma como a FAF está enquadrar a situação.

"Não adianta ficar todos os dias a expor o Kabuscorp nos meios de comunicação. A FAF devia procurar ajudar a resolver o assunto de uma forma mais organizada. Mas parece que a federação só quer manchar o nome do Kabuscorp", lamentou.

O responsável máximo do Kabuscorp do Palanca, Bento Kangamba, garantiu, segundo o Bola em Campo, que a sua direcção vai resolver a situação com o técnico português.

"Estamos a resolver o problema com o professor Paulo Torres, vamos liquidar a dívida. Estamos em conversações com os advogados de Paulo Torres. Estamos tristes porque em nenhum momento a FAF notificou a nossa direcção", garantiu.

Por outro lado, o presidente do Kabuscorp disse que a sua direcção está focada no regresso ao Girabola.

A nossa preocupação agora, sublinhou Kangamba, é criar condições para o nosso regresso ao Girabola, versão 2021/2022, por isso, estamos focados na disputa do Girabola.

Para reforçar o plantel, caso chega ao Girabola, Bento Kangamba vai apostar no mercado nacional, mas garante a chegada de quatro reforços, oriundos do estrangeiro para reforçar o plantel. "Vamos anunciar no momento próprio".

No total, a direcção do Kabuscorp do Palanca deve desembolsar um montante no valor de 28.000.000 (Vinte oito milhões de Kwanzas) para pagar o técnico português.

Rate this item
(1 Vote)

Log in or Sign up