Quinta, 18 de Julho de 2024
Follow Us

Quinta, 05 Outubro 2023 20:59

Tribunal Provincial de Luanda “coloca” Kabuscorp no Campeonato Nacional

A Terceira Secção do Cível e Administrativo do Tribunal Provincial de Comarca de Luanda suspendeu, esta quinta-feira, a deliberação do Conselho Jurisdicional da Federação Angolana de Futebol (FAF) após providência cautelar apresentada pelo Kabuscorp do Palanca.

Com esta decisão, a FAF não pode executar a deliberação do Conselho Jurisdicional que decidiu pelo rebaixamento à segunda divisão do clube do Palanca, habilitando-o a participar no 46º Campeonato Nacional “Girabola2023-24”.

Agora, como próximo passo, o Kabuscorp do Palanca deverá dar entrada da acção principal em que vai ser discutido o mérito da causa, ou seja, é na acção principal que se vai decidir sobre todas as questões substantivas do processo.

O documento refere que o presidente da colectividade, Bento Kangamba, foi igualmente despenalizado, até decisão definitiva, depois de o Conselho Jurisdicional ter mantido a suspensão de quatro anos de toda actividade desportiva.

Recentemente o Conselho Jurisdicional (CJ) atenuou as penas aplicadas ao Petro de Luanda e à Académica do Lobito e manteve a sanção aplicada ao Kabuscorp do Palanca, na sequência de denúncias de casos de corrupção, num áudio que viralizou nas redes sociais.

As duas equipas foram condenadas a pagar uma multa de 4.000 UCF (1 UCF equivale a 88 Kz), contra a anterior decisão do Conselho de Disciplina que as suspendia por dois anos de toda as provas.

O Conselho Jurisdicional, no entanto, julgou improcedentes os recursos de anulação da decisão proferida contra o treinador da Académica do Lobito. Assim, o CJ manteve a suspensão de quatro anos aplicada contra Agostinho Tramagal, que deverá, igualmente, pagar uma multa de 6.000 UCF.

O presidente do clube, Bento Kangamba, além do pagamento de uma multa de 6.000 UCF, é afastado de toda a actividade desportiva por quatro anos.

Os atletas Márcio Luvambo e Ito ficam suspensos apenas por três jogos e uma multa de 6.000 UCF cada um.

Rate this item
(1 Vote)