Segunda, 04 de Março de 2024
Follow Us

Segunda, 15 Mai 2023 14:20

Carro desgovernada mata seis pessoas e fere seis no Camama em Luanda

Seis pessoas morreram e outras seis feridas em consequência de um acidente de viação ocorrido na madrugada de domingo, na estrada da Camama, Distrito do 11 de Novembro, em Luanda, envolvendo uma viatura de marca Toyota Hilux, pertencente ao Grupo Carrinho.

Dados da Polícia Nacional dão conta que, o condutor da empresa acima referida perdeu o controlo da viatura, embateu contra um poste de iluminação, tendo na ocasião colhido 12 pessoas que estavam na berma da estrada.

Entretanto, esta segunda-feira informações avançam que um dos feridos faleceu, enquanto outros feridos continuam a receber assistência médica no Hospital Geral de Luanda.

Ainda neste domingo, 14 de Maio, o Grupo Carrinho fez sair um comunicado à imprensa com o propósito de esclarecer o público no geral e protegê-lo das consequências de informações não oficiais, e diante do trágico acidente, lamentando profundamente o ocorrido com a viatura pertencente a sua frota.

O Grupo Carrinho afirmou que a viatura era operada por um dos seus colaboradores, fora da hora de expediente e horário extraordinário, tendo causado no local, de acordo com as autoridades, a perda de vidas humanas, o ferimento de várias pessoas e a destruição de património privado e bem público.

“Diante dos factos, e porque somos pela Paz nas estradas e prezamos o bem Vida, o Grupo está ciente dos efeitos nefastos desse desastroso incidente que, involuntariamente, teve lugar e solidarizamo-nos com as familias das vítimas diretas e indiretas deste infausto acontecimento”, conforme se lê.

Adianta por outra que, sempre defendeu os valores da boa convivência social, em que se incluem uma condução responsável e longe de qualquer acto que altere o bom estado dos condutores e dos transeuntes que circulam pelas várias artérias das cidades de Angola.

“Ademais, a empresa colocou-se à disposição das autoridades para auxiliar no que for necessário e informaremos o desfecho do processo junto das autoridades à população em geral”, apelou.

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Segunda, 15 Mai 2023 14:24