Segunda, 27 de Mai de 2024
Follow Us

Quarta, 06 Março 2024 19:15

Indústria transformadora angolana cresceu no 3.º trimestre de 2023 apesar de constrangimentos

A indústria angolana enfrentou constrangimentos como falta de matéria-prima, avarias mecânicas nos equipamentos e excesso de burocracia no terceiro trimestre de 2023, mas ainda assim registou um crescimento face ao trimestre anterior, mostram estatísticas oficiais.

A falta de água e de energia e as dificuldades financeiras também afetaram o setor no período em análise, de acordo com a Folha de Informação Rápida (FIR) sobre a Conjuntura Económica às Empresas do terceiro trimestre de 2023 em Angola.

No entanto, a FIR, elaborada pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) angolano, mostra que o indicador de confiança na indústria transformadora contrariou a tendência decrescente e evoluiu positivamente em comparação ao trimestre anterior.

“A evolução permaneceu acima da média da série. A conjuntura económica é favorável para o setor”, refere-se na FIR, a que a Lusa teve hoje acesso.

A evolução positiva do indicador em relação ao período homólogo “resultou do comportamento favorável das variáveis ‘atividade atual’ e ‘perspetivas de atividade’”.

O indicador de confiança do setor do comércio apresentou também uma “tendência positiva” e evoluiu favoravelmente em comparação ao trimestre homólogo, permanecendo a conjuntura económica favorável para às empresas comerciais”, salienta a FIR.

Em relação ao setor da construção, “não obstante a tendência negativa da confiança”, a conjuntura económica, no período em análise, “permaneceu favorável, porque o indicador evoluiu positivamente em relação ao trimestre homólogo e permaneceu acima da média da série”.

No setor dos transportes, o indicador de confiança apresentou tendência positiva em comparação ao trimestre homólogo, “mas, ainda assim”, observa o INE, “permaneceu abaixo da média da série”.

Para as indústrias extrativas, a conjuntura económica permaneceu favorável no terceiro trimestre de 2023, com o indicador a manter a tendência ascendente do trimestre anterior.

A conjuntura económica passou a ser desfavorável para o setor da comunicação, “pois o indicador contrariou a tendência ascendente dos quatro últimos trimestres e situou-se abaixo da média da série”, lê-se ainda na FIR.

A Conjuntura Económica às Empresas do terceiro trimestre de 2023 em Angola resulta das opiniões de 1.638 empresas distribuídas nas 18 províncias do país.

Rate this item
(0 votes)