Segunda, 30 de Janeiro de 2023
Follow Us

Quarta, 09 Novembro 2022 14:18

Criança de 12 anos violada por cinco indivíduos após ser drogada

Uma criança de 12 anos foi abusada sexualmente por um grupo de cinco indivíduos, após ter sido drogada por uma amiga, no município do Cazenga, em Luanda. Segundo dados do INAC, a menor bebeu um sumo que continha um fármaco que provoca sonolência.

Uma criança de 12 anos foi abusada sexual mente por um grupo composto por cinco indivíduos, após ter sido drogada por uma amiga, no município do Cazenga. Segundo os dados apresentados pelo INAC, a menor bebeu um sumo que continha um fármaco que provoca sonolência

O serviço de denúncias SOS-Criança do Instituto Nacional da Criança, recebeu, na última semana, neste caso no período de 28 de Outubro a 3 de Novembro, uma denúncia, no município do Cazenga, de uma criança 12 anos de idade abusada sexualmente por cinco indivíduos, com idades compreendidas entre os 16 e os 17 anos. De acordo com a porta-voz do INAC, Rosalina Domingos, a vítima foi à casa de uma amiga e esta ofereceu-lhe um copo com sumo, que continha fármacos que causavam sonolência. A amiga recebe valores monetários de rapazes para abusarem sexual mente de meninas, pelo que assim agiu contra a sua amiga de 12 anos.

A vítima neste momento está a ser acompanhada psicologicamente numa unidade hospitalar, depois de ter sido submetida a exames forenses que deram positivo para a violação. Os acusados foram detidos e decorrem trâmites legais para a sua responsabilização criminal.

No período em enfase, o INAC recebeu 384 denúncias de violência contra a criança em todo o país, onde se destacam as províncias de Benguela, Bié Cuanza Sul, Huíla, Huambo, Namibe, Lunda Sul e Luanda.

Dos números apresentados, 16 casos de abuso sexual ocupam a lista, dentre eles o de uma criança de 7 anos de idade, do sexo masculino, que foi abusada por um cidadão de nacionalidade estrangeira, vulgo Mamadu, dono de uma cantina. O crime aconteceu no município de Luanda, quando a criança, que tinha sido mandada com prar alguma coisa na cantina, pela mãe, foi apalpada nos órgãos genitais por aquele cidadão adulto.

Da província de Benguela receberam seis denúncias de abuso sexual cujas vítimas são crianças com idades compreendidas entre os 4 e 14 anos de idade, ocorridos nos municípios de Benguela, Cubal, Caibambo e Baia-farta. Os abusos foram cometidos por vizinhos, tios e pai.

Destaca-se, neste último caso, um pai, de 40 anos de idade, que foi encontrado em flagrante pela esposa a abusar da filha de 10 anos de idade.

Não é o único caso de pai que abusa da filha menor de idade, pois o SOS-Criança, na semana finda, registou também um caso do género na província do Namibe, município de Moçâmedes, onde um pai começou a abusar da filha de 14 anos de idade, depois da morte de sua mãe. O acusado transformou a filha em sua mulher e, não fosse a denúncia feita, a criança, que agora está a ser acompanhada pelo Gabinete Provincial da Acção Social, permaneceria a viver este terror por muito tempo. OPAÍS

Rate this item
(0 votes)