Sexta, 17 de Setembro de 2021
Follow Us

Domingo, 11 Julho 2021 21:33

Polícia brasileira investiga morte de angolana em São José dos Campos

Angolana foi encontrada morta em sua casa no bairro Parque Industrial. Ela era ex-mulher de um diplomata francês que vive em São José dos Campos município de estado de São Paulo, com quem tinha dois filhos.

A Polícia brasileira investiga a morte de uma angolana encontrada morta em São José dos Campos. De acordo com a polícia investigativa, a vítima foi encontrada em seu apartamento com o filho, um bebê de dez meses.

A mulher de 36 anos foi encontrada morta em seu apartamento no bairro Parque Industrial nesta quarta-feira (7). Segundo a polícia, eles foram acionados por uma equipe do consulado angolano no Brasil que a representava em um processo, mas que há dias não conseguia contato. Eles foram ao imóvel e encontraram a vítima morta.

De acordo com o boletim de ocorrência registrado na Polícia Civil (Policia Investigativa brasileira), ela foi encontrada sem sinais de ferimentos, caída na sala do imóvel. O filho de dez meses estava com ela e foi entregue ao pai, um diplomata francês, ex-marido da vítima.

A mulher de 36 anos morava em São José dos Campos desde 2008, quando veio e Angola para viver com o diplomata Jean Luc Orsoni. Eles foram casados até 2020, quando se divorciaram. Juntos, os dois tiveram dois filhos, o bebê de dez meses e uma menina de oito anos. Os dois travavam uma disputa judicial pela guarda, que era compartilhada. A vítima havia registrado um boletim de ocorrência por violência doméstica contra o ex-companheiro.

Disputa judicial

Após a morte, o ex-marido e a irmã entraram na justiça pelo sepultamento da vítima. A irmã pediu que o corpo fosse enviado à Angola, mas o ex-companheiro queria que ela fosse enterrada em São José dos Campos.

Neste sábado (10) a justiça determinou que o marido poderia decidir pelo enterro, em nome da filha, ainda que menor de idade. O corpo foi enterrado nesta manhã no cemitério Parque das Flores. O consulado angolano questiona a decisão e recorreu pedindo a exumação.

Ao G1 ex-marido disse que pediu pelo enterro para que a filha vivesse o luto. 

C/G1 Brasil

Rate this item
(1 Vote)

Log in or Sign up