Domingo, 26 de Mai de 2024
Follow Us

Quinta, 09 Novembro 2023 15:16

BD promete afastar, em 2027, "a elite política que trava a democratização do País desde 1975"

O presidente do Bloco Democrático (BD), Filomeno Viera Lopes, prometeu esta quinta-feira, 09, afastar, nas eleições de 2027, a elite política nacional que tem vindo a travar a democratização do País desde 1975.

"É uma elite que não inova sobre o desenvolvimento do País, ignora a realidade do País. Por isso, vamos lutar para afastar esta elite que mergulhou os angolanos na pobreza e na miséria", disse o líder do BD, na abertura da primeira conferência nacional, que junta todos os dirigentes provinciais e municipais do País desta organização política.

Na sua opinião, nos 48 anos da independência nacional conquistada em 1975, o País enfrenta enormes dificuldades, porque o regime do MPLA condiciona a democracia, pilar fundamental para o desenvolvimento de Angola.

"Estamos num Estado falhado, num País que não é inclusivo. O País não tem instituições fortes, credíveis e não promove o debate", acrescentou.

De acordo com o político, não é possível o desenvolvimento num País "onde a Comissão Nacional Eleitoral (CNE) é dominada por um partido absolutista no poder 48 anos".

"Ao comemorarmos os 48 anos da independência, a democracia em Angola continua no papel. Ninguém pode dizer que Angola é um País democrático", acrescentou, lamentando os momentos críticos que o povo passa com a subida regular da cesta básica, o aumento da inflação e o fraco desempenho de todas as instituições.

O encontro de dois dias, onde estiveram presentes o coordenador do projecto político PRA-JÁ Servir Angola, Abel Chivukuvuku, Manuel Fernandes da CASA-CE e outros representantes de partidos políticos como UNITA, PRS e a FNLA, visa capacitar os quadros do Bloco Democrático sobre os documentos reitores daquela formação política.

O encontro vai abordar, igualmente, o processo da implementação das eleições autárquicas em Angola.

Refira-se que o Bloco Democrático participou nas últimas eleições de 2022 na lista da UNITA, que escolheu 90 deputados. Concorreram também na mesma lista candidatos do PRA-JA Servir Angola, do político Abel Chivukuvuku, para além de algumas individualidades da sociedade civil.

O Bloco Democrático foi fundado em Julho de 2010 e está registado no Tribunal Constitucional desde 20 de Outubro do mesmo ano. NJ

Rate this item
(0 votes)