Terça, 05 de Março de 2024
Follow Us

Segunda, 03 Julho 2023 15:18

PR quer que IGAE mantenha visibilidade dos últimos anos

O Presidente da República, João Lourenço, concedeu posse hoje, segunda-feira, ao novo titular da Inspecção-Geral da Administração do Estado (IGAE), Ângelo de Barros Veiga Tavares, a quem pediu que mantenha a visibilidade granjeada pela instituição nos últimos anos.

Na cerimónia, no salão Nobre do Palácio Presidencial, em que também empossou a nova vice-governadora do Banco Nacional de Angola (BNA), Maria Juliana de Fontes Pereira, e a administradora Executiva, Maria de Fátima Trindade Poças, o Chefe de Estado disse esperar das entidades empossadas “toda a dedicação ao trabalho no sentido de cumprirem com êxito as funções para as quais foram nomeados”.

Quanto à banca, o Titular do Poder Executivo afirmou constituir uma vantagem ter um novo elenco no BNA, apesar de serem quadros com vários anos na instituição.

Ângelo Tavares, que exercia as funções de consultor do Presidente da República, depois de ter sido ministro do Interior, substitui no cargo Sebastião Ngunza, actualmente presidente do Tribunal de Contas.

A vice-governadora do BNA, Maria Juliana de Carvalho Van-Dúnem de Fontes Pereira, substitui no cargo Manuel António Tiago Dias, actual governador do banco central.

Os empossados juraram respeitar a Constituição, a lei e se absterem de actos de corrupção e nepotismo.

A IGAE é o órgão auxiliar do Presidente da República e Titular do Poder Executivo, com a missão de efectivar o controlo interno administrativo da Administração Pública.

Procede ao controlo por via da inspecção, fiscalização, auditoria, supervisão, controlo, sindicância e averiguações da actividade de todos os órgãos, organismos e serviços da administração directa e indirecta do Estado, bem como das administrações autónomas.

O Banco Nacional de Angola, como banco central e emissor, tem como principais funções assegurar a preservação do valor da moeda nacional e participar na definição das políticas monetária, financeira e cambial.

Compete ainda ao BNA a execução, acompanhamento e controlo das políticas monetárias, cambial e de crédito, a gestão do sistema de pagamentos e administração do meio circulante no âmbito da política económica do país.

Rate this item
(0 votes)