Sábado, 26 de Novembro de 2022
Follow Us

Quinta, 08 Setembro 2022 20:48

CASA-CE rejeita resultados das eleições e está “solidária” com “vitimas da fraude eleitoral”

A Convergência Ampla de Salvação de Angola - Coligação Eleitoral (CASA-CE= reafirmou hoje que não reconhece os resultados eleitorais das últimas eleições gerais e manifestou-se solidária com as forças políticas concorrentes “vítimas da fraude eleitoral de 24 de Agosto de 2022”.

A Convergência Ampla de Salvação de Angola-Coligação Eleitoral (CASA-CE), era a terceira maior força política no parlamento, mas sofreu uma pesada derrota nas eleições, perdendo todos os seus mandatos.

Num comunicado divulgado hoje na sequência de uma reunião do Colégio Presidencial, em que foi analisado o acórdão 768/2022, emitido pelo Tribunal Constitucional, a coligação reiterou “com firmeza” a sua posição de não reconhecer os resultados eleitorais definitivos divulgados pela Comissão Nacional Eleitoral e considerou “injusta” a decisão do Tribunal Constitucional que negou provimento à sua reclamação.

O plenário do TC chumbou o recurso – com um voto contra da juíza Josefa Neto – alegando que a CASA-CE não cumpriu a tramitação, já que o acesso a este tribunal no âmbito do contencioso eleitoral depende da apresentação de reclamação prévia junto da CNE, e que o total do número de votos reclamados não era suficiente para a atribuição de um mandato na Assembleia Nacional”.

“Diante da imperativa e patriótica necessidade de se continuar a pugnar pela reposição da verdade eleitoral, a CASA-CE garante tomar posição firme, mediante profunda reflexão do Colégio Presidencial a ter lugar nos próximos dias”, acrescenta a CASA-CE

O comunicado termina reiterando a “total solidariedade” da CASA-CE para com as forças políticas concorrentes, vítimas da fraude eleitoral de 24 de agosto de 2022.

Rate this item
(0 votes)