Domingo, 14 de Agosto de 2022
Follow Us

Quinta, 26 Mai 2022 10:56

Senegal vai abrir embaixada em Luanda para “impulsionar” dinâmica das relações com Angola

O Presidente senegalês, Macky Sall, anunciou hoje que o seu país vai abrir uma embaixada em Luanda, onde se encontra em visita de Estado, para “impulsionar” a nova dinâmica das relações bilaterais e de amizade com Angola.

A abertura de uma embaixada do Senegal, em Luanda, enquadra-se na nova dinâmica de cooperação entre ambos os países, após a abertura de uma embaixada de Angola em Dakar, capital senegalesa.

“E porque vossa excelência quis e fez, e para darmos o mesmo alento nas nossas relações entre Angola e Senegal, decidi abrir uma embaixada do Senegal em Luanda para que a relação bilateral que queremos seja acompanhada de perto pelas nossas duas embaixadas”, disse hoje Macky Sall, em Luanda.

“Temos um compromisso comum, estreitado cada vez mais as nossas relações bilaterais tendo em conta alguns assuntos que temos de tratar a nível dos nossos ministros, penso que os nossos esforços devem ser muito baseados nas matérias económicas e comerciais”, frisou.

Macky Sall falava no palácio presidencial à Cidade Alta, em Luanda, no âmbito do seu primeiro dia de visita de Estado de 72 horas a Angola.

O estadista senegalês manifestou-se “feliz e honrado” por esta ser ​​​​​​​uma primeira visita de um chefe de Estado senegalês a Angola: “Sentimo-nos como se fosse em nossa casa e agradeço o acolhimento fraterno dirigido aos nossos compatriotas que vivem aqui em Angola”.

Acordos nos domínios da justiça, comércio e indústria, ciência, petróleo e gás e promoção e proteção de investimentos foram assinados hoje entre ambas as delegações.

Macky Sall enalteceu os acordos de cooperação assinados e realçou que o seu país “está particularmente interessado na experiência da Angola na indústria extrativa e da exploração dos hidrocarbonetos”.

“E penso igualmente na possibilidade de colaboração no domínio da saúde, o instituto Pasteur de Dakar, conhecido pelos seus estudos sobre as vacinas sobre a febre-amarela, vai começar também a produção de vacinas da covid-19 antes do final do ano”, salientou.

Para o Presidente do Senegal, a cooperação com Angola poderá também ser alargada no setor das obras públicas, ensino superior, pesquisa e formação profissional e da cultura “e, sobretudo, no domínio judiciário onde as negociações estão em curso”.

“Com esta dinâmica, acordamos pela realização da primeira sessão bilateral mista para o próximo ano, concentrando-se em alguns domínios chaves tendo em conta a preocupação que temos em encontrar resultados”, defendeu.

Macky Sall visitou, no período matinal, o Memorial António Agostinho Neto, onde prestou homenagem ao primeiro Presidente angolano.

Rate this item
(0 votes)