Terça, 01 de Dezembro de 2020
Follow Us

Segunda, 21 Setembro 2020 15:40

MPLA considera positivo alívio da dívida externa

As iniciativas com vista ao alívio da dívida externa dos países em vias de desenvolvimento, em particular Angola, foram consideradas positivas, nesta segunda-feira, em Luanda, pelo secretário-geral do MPLA, Paulo Pombolo.

Durante a sua intervenção, por videoconferência no Fórum de Cooperação Internacional, promovido pelo Partido Rússia Unida, sobre “O papel das Forças Políticas Responsáveis na Luta Contra as Consequências Socioeconómicas da Pandemia da Covid-19”, Paulo Pombolo referiu que essa medida ajudará a reduzir a pressão sobre o orçamento dos estados devedores.

Disse que com o alívio da dívida, os países africanos terão mais recursos para combater a pandemia da Covid-19 e aplicar em áreas que ajudam a alavancar e garantir a sustentabilidade das famílias.

Sublinhou que o desafio marcante do país é garantir o equilíbrio entre a necessidade de evitar o colapso das empresas, por inactividade forçada da Covid-19, e as consequências económicas, financeiras e sociais, por um lado, e, por outro, garantir o sustento das famílias.

O secretário-geral fez uma abordagem das estratégias implementadas pelo Governo angolano para garantir a protecção e funcionalidade do Sistema Nacional de Saúde, como a construção de novos hospitais e o ingresso de 14 mil e 800 novos profissionais do sector.

Essas medidas, ressaltou, contribuíram para controlar a situação da Saúde Pública e diminuir os efeitos negativos da pandemia da Covid-19.

No domínio económico, Paulo Pombolo destacou o Programa de Aceleração da Agricultura e Pesca Familiar que terá grande impacto na diminuição dos níveis de desemprego e do aumento dos rendimentos dos cidadãos.

Recomendou aos países e partidos políticos no sentido de reforçarem a cooperação estratégica com vista a criarem mecanismos que torne possível responder adequadamente aos problemas decorrentes da pandemia da Covid-19.

Participaram neste Fórum de Cooperação Internacional representantes de partidos políticos no poder em África, nomeadamente em Angola, Etiópia, Congo Brazzaville, Argélia, Zâmbia, Nigéria, Namíbia, Zimbabwe, Guiné-Equatorial e Burundi.

O Partido Rússia Unida, liderado pelo presidente Vladimir Putin, está no poder naquele país.

Rate this item
(0 votes)

Log in or Sign up