Domingo, 29 de Janeiro de 2023
Follow Us

Sábado, 26 Novembro 2022 15:59

UNITA faz denúncias e apresenta factos MPLA trás nas tintas com o dedo no gatilho

Já é como quem diz; aqui mandamos nós não precisamos legitimidade do povo, e quem não manda cumpre se não quiser levar um tiro do peito. Ou ser envenenado a qualquer momento e circunstâncias que criam em frações de segundos geralmente dado terem tudo em suas mãos e controle.

Está visto que a UNITA, seu presidente e o povo angolano podem fazer mil e uma ou até mesmo milhões de denúncias apresentando todas as provas como tem feito até agora. De como o país tem vindo a ser governado pelo MPLA sim de forma claramente criminosa às vistas de qualquer um, desde quase 50 anos.

Mas para o JLO/MPLA tudo que se diz e mesmo se provando contra eles, nunca se sentem na obrigação moral sequer de contrariarem seja lá o que for. De forma credível e convincente quer dizer, para eles não passam de palavras ao vento, pois eles nem estão aí. Mas isso é parte do comportamento característico de qualquer gestor corrupto, arrogante e prepotente como tal considerado criminoso em qualquer parte do mundo civilizado.

Mas como não existe nenhuma receita nem medicamento para curar arrogantes e prepotentes crônicos claros criminosos que já atingiram o seu ponto mais alto, ou seja, o auge da sua conduta indecorosa.

A situação nunca será fácil para os angolanos porque os arrogantes e prepotentes em estado de podridão, ou seja, desde calibre. Geralmente são os que mais perdem o controlo em qualquer momento, e suas reações são as conhecidas, o dedo no gatilho ou no veneno.

Eles vão mostrar sempre essa sua superioridade selvagem mesmo não valendo porcaria nenhuma, carentes de empatia serão sempre propensas à manipulação. Á falta de respeito e consideração ao povo em geral e em particular aos seus adversários políticos concebidos.

E serão sempre assim concebidos de puros inimigos que precisam ser abatidos selectivamente seja como for, dure o tempo que durar. E assim, a presença dessa gente na gestão do país será sempre uma dolorosa, perturbadora, constante e permanente fonte de estresse. E até de perigo para a vida de qualquer angolano que não alinha com eles, num país onde quem não alinha o regime manda alinhavar (matar).

Ou faz sofrer humilhando até ser engolido ou se desgastar e desaparecer. Acredito ser o plano que eles têm contra aquele que o povo angolano elegeu para governar Angola impedido pelo dedo no gatilho e veneno na forja faz tempo Adalberto Costa Júnior.

Continuarei

Por Fernando Vumby

Rate this item
(0 votes)