Quinta, 06 de Mai de 2021
Follow Us

Quarta, 10 Março 2021 01:45

Os Embaixadores angolanos: Má conduta e falta de ética político-diplomática

O MIREX é actualmente o Ministério mais fracassado do País (sobre isso poderíamos abrir um grande debate), é um Ministério que nada faz em prol do crescimento e do desenvolvimento da Nação, as verbas apenas saém dos cofres do Estado sem haver algum retorno, e como se não bastasse as sobrefacturações tornou-se numa prática perfeita dentro das nossas instituições diplomáticas.

Porquê tanta incompetência por parte dos nossos Embaixadores? Pouco entendem sobre diplomacia e sobre Direito internacional e ainda assim continuam aí porquê? Muitos deles estão a cima dos 70 anos e o governo ainda assim insiste em apostar em diplomatas que já passaram da reforma, tudo isso com que objectivo? Diplomatas mal preparados em frente das nossas Embaixadas e consulados até quando assistiremos esse triste cenário?

Os Embaixadores angolanos na sua maior parte demonstram claramente um grande nível de incompetência, trabalho sério em prol das comunidades angolanas não conseguem fazer, mas no dia 8 de Março (Dia Internacional da Mulher, às minhas saudações à todas as Mulheres) os nossos  representantes decidiram organizar festas, almoços e convívios privados com os funcionários e amigos, mas não estão nem aí se a própria comunidade passa ou não por necessidades e dificuldades.

O MIREX é como se fosse um falso rei, um “rei tolo”, alto, robusto e com correntes de ouro e prata no pescoço, mas sem capacidade e inteligência para gerir as complexidades das suas próprias instituições diplomáticas. O  MIREX  é sinônimo de “incapacidade”: o que vale ter uma grande estrutura ou edifício milionário se os recursos humanos da própria estrutura é revestido de impreparação diplomático-consular?

O MIREX não precisa de beleza estrutural mas sim de beleza intelectual político-estratégica, de eficácia e eficiência funcional e organizacional, mas nada disso é visível porque o MIREX é a principal fonte de diplomatas mal preparados, desse jeito não daremos passos significativos na arena internacional.

Não existe projecto sério político-diplomático em Angola, na verdade não vejo nenhum programa de mandato por parte dos nossos diplomatas, só sabem organizar festas e convívios com os dinheiros do Estado, mas se andemos a perguntá-los quais são seus projectos em prol do País e dos angolanos residentes na diáspora? Confesso-vos que jamais responderiam essa pergunta, se responderem usarão mentiras, mas quem entende da matéria perceberá rapidamente que não têm programa e que só estão aí para satisfazer interesses pessoais.

O MIREX é o Ministério mais fracassado do País.

Eu e a Diplomacia a Diplomacia e Eu

Por Leonardo Quarenta – O Diplomata

Ph.D em Direito Constitucional e Internacional

Mestrado em Relações Internacionais e Diplomacia

Master em Direitos Humanos e Competências Internacionais

Rate this item
(1 Vote)

Log in or Sign up