Sexta, 19 de Agosto de 2022
Follow Us
Destaque

Destaque (317)

O deputado da UNITA, maior partido da oposição angolana, Adalberto Costa Júnior defendeu hoje que apenas num contexto de alternância será possível a realização de um conjunto de reformas necessárias para um verdadeiro Estado democrático de direito.

O engenheiro angolano António Venâncio, pré-candidato ao cargo de presidente do MPLA, partido no poder, queixou-se hoje de “vários obstáculos” para obter assinaturas no seio do partido e ameaçou “impugnar” o conclave de dezembro.

O processo de apresentação de candidaturas à liderança da UNITA, maior partido na oposição angolana, que elege um novo presidente em dezembro, arrancou hoje sem qualquer proposta de militantes, anunciou o porta-voz do XIII Congresso.

Um dos maiores problemas de África é a “debilidade ou mesmo falta de instituições de Estado”, por exemplo, de tribunais ou parlamentos, “capazes de julgar a corrupção dos seus líderes”, afirmou hoje à Lusa o ativista Siyabulela Mandela.

O Presidente de Angola, João Lourenço, comprometeu-se hoje, na 26.ª conferência do clima das Nações Unidas (COP26), em Glasgow, a aumentar para 70% o uso de fontes renováveis de energia até 2025.

O prazo de apresentação das candidaturas à liderança da UNITA, principal partido da oposição angolana que vai eleger um novo presidente na sequência do afastamento de Adalberto da Costa Júnior, decorre entre 04 e 11 de novembro.

O Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA) enalteceu hoje a apresentação da candidatura do Presidente da República de Angola, João Lourenço, à liderança do partido, ocorrida na quarta-feira, esperando que outros militantes sigam o seu exemplo.

A UNITA considerou “insultuosas, maliciosas e provocadoras” as palavras que o Presidente de Angola, João Lourenço, dirigiu ao líder do maior partido da oposição angolana, Isaías Samakuva, ao desejar-lhe que “desta vez viesse para ficar”.

O presidente da UNITA, Isaías Samakuva, marcou hoje o aguardado XIII Congresso Ordinário do partido em que será decidido quem vai assumir as rédeas do "Galo Negro", depois da anulação, pelo Tribunal Constitucional (TC), do conclave em que foi eleito Adalberto Costa Júnior.

O politólogo angolano Olívio Nkilumbu considerou hoje “perigosas e desajustadas” as declarações do Presidente angolano, dirigidas ao presidente da UNITA, na sua posse no Conselho de República, afirmando que João Lourenço demonstrou ter “preferência de adversários políticos”.

Página 15 de 23