Quinta, 27 de Janeiro de 2022
Follow Us

Sábado, 08 Fevereiro 2014 09:44

PT “enfrenta desafios” para receber os lucros de Angola

A Portugal Telecom quer que a angolana Unitel liberte os 245,7 milhões de euros de dividendos em falta desde 2011. “Enfrentamos desafios para obter o pagamento de dividendos da Unitel e exercer os nossos direitos enquanto acionistas ”, afirma Henrique Granadeiro, chairman e CEO da PT, à Reuters.

Os mais de 200 milhões de euros que a PT reclama de dividendos da Unitel - onde detém uma participação de 25% e tem como sócia de Isabel dos Santos, com quem concorre em Portugal - é um dos fatores de risco para a fusão entre a PT e a brasileira Oi, ontem dados a conhecer ao mercado. “Não quero valorizar ou desvalorizar os risk factors agora tornados públicos”, diz Granadeiro.

“Pessoalmente acredito que alguns dos riscos identificados me parecem improváveis.” Granadeiro diz estar “firmemente”convencido da flexibilidade financeira da Unitel para continuar a pagar os dividendos. Contudo, adianta, “não tenho dúvidas que a PT, como acionista da Unitel, vai receber o que já foi aprovado nas respetivas AG.”

Granadeiro lembra uma recente entrevista do presidente de Angola à SIC. “O senhor Presidente José Eduardo dos Santos afirmou que Angola, como país, se quer afirmar no palco internacional. Eu não podia estar mais de acordo. Angola como Estado de direito tem todas as condições para ser um ator relevante no xadrez mundial”, diz. “E é perfeitamente normal que uma empresa portuguesa esteja em Angola e uma empresa angolana esteja em Portugal. Isto acontece, entre outros, no sector das telecomunicações. É uma questão de reciprocidade.”

Dinheiro Vivo

Rate this item
(0 votes)

Log in or Sign up