Terça, 18 de Junho de 2024
Follow Us

Empresários angolanos denunciam a existência de um monopólio formado por grupos empresariais estrangeiros paraa importação de alimentos, que alegadamente gozam da proteção de funcionários do Governo, excluindo nacionais de participarem nesse negócio.

Published in Sociedade

São centenas de cantinas e armazéns que funcionam com alvarás comerciais de "aluguer" e pagam, por mês, entre 15 mil Kz a 400 mil Kz de "renda" pelo documento. Um negócio que está a crescer na cidade de Luanda. Os clientes são, na quase totalidade, cidadãos estrangeiros ilegais.

Published in Sociedade