Sábado, 02 de Março de 2024
Follow Us

Quinta, 03 Agosto 2023 20:06

Dona de agência de viagens “Palmeiras” que burlou passageiros da TAAG foi detida

A proprietária de uma agência de viagens que burlou centenas de passageiros da companhia angolana TAAG, num valor superior a 220 mil euros, foi detida, anunciaram hoje as autoridades angolanas.

Segundo um comunicado do Serviço de Investigação Criminal (SIC), a mulher, de 34 anos, foi detida em sua casa, pelo crime de burla, envolvendo mais de 200 milhões de kwanzas (cerca de 221 mil euros) tendo vendido bilhetes de passagem a mais de 400 cidadãos, que não conseguiram viajar.

“A detenção é resultante de várias denúncias feitas por um grupo de cidadãos que pretendiam viajar para diferentes destinos no exterior do país, sendo que foram impedidos de embarcar pelo facto de os seus bilhetes não terem sido validados pelas companhias Aéreas TAAG Angola Airlines e Air Marrocos”, adianta o SIC.

A mulher vai ser presente ao Ministério Público para aplicação da medida de coação, enquanto o processo segue a sua tramitação normal.

No mês passado, a TAAG explicou que vários passageiros que pretendiam viajar para Portugal, Brasil e outros destinos foram impedidos de embarcar por "não possuírem" bilhete de regresso ao país de origem válido no seu sistema.

A companhia não autorizou o embarque desses passageiros devido a este incumprimento, segundo uma nota informativa enviada na altura à Lusa pela transportadora estatal angolana.

Vários passageiros ficaram retidos no Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, nesta condição, apesar de estes terem pagado os bilhetes de passagem junto da agência de viagens.

Rate this item
(1 Vote)