Sexta, 26 de Fevereiro de 2021
Follow Us

Sexta, 15 Janeiro 2021 12:02

Passageiros da TAAG isentos da tarifa de remarcação de viagem

Os passageiros da companhia aérea nacional, TAAG, presentes na África do Sul, Portugal e Brasil e que pretendam regressar ao país, antes do dia 24 do corrente mês, data de início da suspensão dos voos com esses países, estão livres das taxas de alteração da data da viagem.

Segundo ministro dos Transportes, Ricardo D´Abreu, que falava, na quinta-feira, em conferência de imprensa sobre as novas medidas, no âmbito do combate à pandemia da Covid-19 no país, os passageiros, nacionais ou estrangeiros, da TAAG, que se encontram nos países visados e que tenham agendado o seu regresso, ao país, para além do dia 24 deste, “poderão remarcar de 15 a 23 do corrente mês, o seu retorno, isentos de taxas de remarcação”.

Para este feito, esclarece, a TAAG está preparada para efectuar voos especiais, para além dos voos regulares, para atender eventual necessidade.

Fez saber que existem 11 mil e 100 potenciais passageiros que pretendem regressar ao país, sendo oito mil e 100 da TAAG e três mil da companhia aérea portuguesa TAP.

Sobre o reembolso dos bilhetes dos passageiros, de viagens não efectivadas, por conta da pandemia, o ministro disse ser “uma questão sensível, que o mundo da aviação está a enfrentar”, mas que o Governo angolano vai trabalhar no sentido de dar solução ao problema.

Governo angolano anunciou a suspensão temporária, a partir da meia-noite de 24 do corrente mês, das ligações aéreas de transporte de passageiros com a África do Sul, Brasil e Portugal, devido às novas variantes do vírus Sars-Cov-2.

Segundo o ministro de Estado e Chefe da Casa Civil do Presidente da República, Adão de Almeida, a suspensão visa evitar a importação das novas variantes do vírus Sars-Cov-2 e introduzir novas dinâmicas de controlo mais rigorosas.

Segundo ministro dos Transportes, Ricardo D´Abreu, que falava, na quinta-feira, em conferência de imprensa sobre as novas medidas, no âmbito do combate à pandemia da Covid-19 no país, os passageiros, nacionais ou estrangeiros, da TAAG, que se encontram nos países visados e que tenham agendado o seu regresso, ao país, para além do dia 24 deste, “poderão remarcar de 15 a 23 do corrente mês, o seu retorno, isentos de taxas de remarcação”.

Para este feito, esclarece, a TAAG está preparada para efectuar voos especiais, para além dos voos regulares, para atender eventual necessidade.

Fez saber que existem 11 mil e 100 potenciais passageiros que pretendem regressar ao país, sendo oito mil e 100 da TAAG e três mil da companhia aérea portuguesa TAP.

Sobre o reembolso dos bilhetes dos passageiros, de viagens não efectivadas, por conta da pandemia, o ministro disse ser “uma questão sensível, que o mundo da aviação está a enfrentar”, mas que o Governo angolano vai trabalhar no sentido de dar solução ao problema.

Governo angolano anunciou a suspensão temporária, a partir da meia-noite de 24 do corrente mês, das ligações aéreas de transporte de passageiros com a África do Sul, Brasil e Portugal, devido às novas variantes do vírus Sars-Cov-2.

Segundo o ministro de Estado e Chefe da Casa Civil do Presidente da República, Adão de Almeida, a suspensão visa evitar a importação das novas variantes do vírus Sars-Cov-2 e introduzir novas dinâmicas de controlo mais rigorosas.

Rate this item
(0 votes)

Log in or Sign up