Terça, 31 de Janeiro de 2023
Follow Us

Quarta, 17 Junho 2020 18:41

Covid-19: Angola registou sete novos casos positivos e uma morte

 

Angola registou hoje sete novas infeções de covid-19, todas por contaminação local, e um óbito, elevando para sete mortes, de um total de 155 casos positivos, informou hoje o secretário de Estado para a Saúde Pública.

Franco Mufinda referiu que o óbito se trata de um caso crítico que estava a ser acompanhado há bastante tempo num dos centros de tratamento, salientando que o paciente tinha também outras pré-condições.

Segundo o governante angolano, cinco dos casos positivos são do cordão sanitário do Hoji-Ya-Henda, um de Talatona, contacto de um dos casos e o último do Benfica, cujo vínculo epidemiológico está a ser estudado.

Entre os infetados hoje reportados consta um bebé de quatro meses.

Nesta altura, Angola regista um acumulativo de 155 casos, dos quais sete óbitos, 64 recuperados, 84 ativos e 90 transmissões locais.

As amostras recolhidas até à data são 16.419, das quais 155 positivas e 14.991 negativas, encontrando-se em processamento 1.273.

Governador do Cuanza Norte aconselha calma

O governador do Cuanza Norte, Adriano Mendes de Carvalho, apelou, nesta quarta-feira, a população a manter-se calma, apesar do registo de três casos positivos de Covid-19.

Ao intervir numa reunião de emergência do governo para a análise da situação sobre a Covid-19, Adriano Mendes de Carvalho afirmou que as autoridades locais estão a adopter medidas para um melhor acompanhamento, gestão e confinamento dos casos detetectados na cidade de Ndalatando.

O governador tranquilizou a população, assegurando que os três cidadãos identificados com a doença estão localizados e submetidos à quarentena domiciliar, para em breve serem transferidos para o hospital de campanha.

Adriano Mendes de Carvalho disse ainda existir um trabalho de rotina das autoridades sanitárias locais versado no reforço da fiscalização dos cidadãos que entram para província a partir do posto de fiscalização do Zenza do Itombe, cujos casos suspeitos são submetidos a testes e consequente envio das amostras para o laboratório central, em Luanda.

Informou que estão a ser criadas condições materiais e humanas para atender os serviços de testagem, acompanhamento e internamento de possíveis casos positivos de Covid-19, no hospital de campanha e no centro de quarentena, infra-estruturas que congregam 70 camas.

Adiantou que as autoridades vão reforçar também as medidas de fiscalização da actividade de moto-táxi, sobretudo no que concerne ao cumprimento rigoroso das medidas de biossegurança no transporte de passageiros.

O Cuanza Norte entrou nas estatesticas nacionais, com o registo de três casos positivos envolvendo um angolano e dois cidadãos oeste africanos que entrar na provincial de forma illegal, violando a cerca sanitaria imposta a Luanda.

Rate this item
(0 votes)