Terça, 17 de Mai de 2022
Follow Us

Quarta, 11 Agosto 2021 10:06

"Regime vive em verdadeiro pânico e procura a todo custo criar fissuras nas oposições", diz Justino Pinto de Andrade

O vice-presidente do Bloco Democrático (BD), Justino Pinto de Andrade, considerou hoje que "a comprovada ineficiência das políticas macro-económicas delineadas pelo Executivo espelham um desfasamento entre o que o País necessita e o que o Governo oferece como solução".

Segundo o político, o "regime vive em verdadeiro pânico e por isso procura a todo custo criar fissuras nas oposições".

"A crise económica é indisfarçável. Vê-se claramente pelo constante encerramento de muitas empresas, que se têm tornados incapazes de fazer face aos custos cada vez mais elevados dos "inputs" associados ao agravamento fiscal e à perda de clientes", disse Justino Pinto de Andrade quando apresentava a posição do BD sobre a actual situação do País.

Segundo o também deputado à Assembleia Nacional, "um País como Angola carece de compromissos com o desenvolvimento sustentável e o investimento de longo prazo".

"Os arrestos de algumas empresas detidas por cidadãos nacionais, e que passaram para a esfera do Estado, têm desmotivado o investimento privado", identificou, afirmando que "a falta de transparência nos investimentos infra-estruturais feitos ao longo dos últimos anos, reflecte-se cada vez mais negativamente nas estruturas de custos dos bens e serviços em Angola.

"Aumento da pobreza, da fome, desemprego galopante, em especial no seio da juventude, configuram disseminações de uma profunda crise social", apontou o deputado, lamentando "a falência do sistema de ensino que compromete o futuro do País".

"Sem dúvida que se assiste a uma degradação da saúde dos cidadãos, muito também por falta de saneamento básico, a que se vieram juntar as consequências da covid-19", afirmou o político. NJ

Rate this item
(1 Vote)