Sábado, 31 de Julho de 2021
Follow Us

Segunda, 17 Março 2014 09:13

Governo e as Zungeiras: Formalismo ou uma acção paliativa

Mais uma vez Bento Bento, JES e campainha limitada deixaram-me com os pelos arrepiados pelo discurso e as supostas acções a serem executadas pelo GPL sobre o “caso” Zunga em Luanda, essa historia de se reunir com as Zungeiras depois dos “revus” ameaçarem realizar uma “manif” não sei se foi a melhor solução, sinceramente me parece mais uma acção paliativa como tem sido da praxe cá entre nós, do que uma acção consentânea que traga resultados práticos, porque mais do que reunir-se com as zungeiras para “refrear” uma Manif, deviam-se sim é evitar que esses vândalos que têm mais musculo do que cérebro, que reduzem a sua autoridade no poder do chicote e da arma que se dizem ser fiscais que não fiscalizam nada e sim roubam e usam abusivamente a força fossem a rua bater nas senhoras.

Quando ouvi pelos órgãos de comunicação social que haveria um encontro entre as zungueiras ,BB e o seu staff pensei, vão conversar! Sobre que? Como? Em que linguagem? A partir de que valores? Com que quadros de referência? Com que códigos? O meu lado mais ingênuo deu o benefício da dúvida aos nossos governantes “democraticamente” eleitos, mas fiquei redondamente decepcionado por vários factores:

1- Não se marca um encontro destes com tanta pressa, somente para cumprir formalismo, suponho que nada do que se disse hoje no encontro é desconhecido por quem governa Luanda, quem ordena a saída a rua dos “santos” fiscais?

2- O porta-voz do GPL ontem disse que têm recebido varias queixas contra agentes da fiscalização, eu pergunto, ate agora quantos fiscais já foram severamente punidos? Como é que se explica que fiscais vão invadir os locais onde as senhoras guardam a mercadoria em plena madrugada, retiram e queimam o negócio das senhoras? Quem já foi responsabilizado por isso?

3- O GPL veio simplesmente passar a mão na cabeça das zungeiras, limpar a sua imagem e do PR e atribuir toda culpa e mais qualquer coisa aos ”ditos” fiscais, o que não acho certo porque se BB alega que haverá um inquérito rigoroso para descobrir os fiscais gatunos, devia também existir um rigoroso inquérito para descobrir quem foi o infeliz governante que gizou o plano que levou a actuação dos mesmos fiscais, ai sim seria uma medida justa.

E bom que fique claro que não sou a favor da venda ambulante desorganizada, aquela que é feita em pontes, passeios, faixa de rodagem, mas sou a favor da dignidade da pessoa humana, não sou a favor de decisões politicamente correctas só para manter o charme politico, só porque temos que branquear a imagem deste ou daquele ou para parecer se manter fiel ao partido, aprendamos a olhar o país como um todo e não como uma propriedade de uma meia dúzia de iluminados que mandam em tudo e todos e o camarada “ordens superiores” manda em todos como se fossem seus suditos.

Por Martins Bota

 

Rate this item
(0 votes)

Log in or Sign up