Segunda, 22 de Abril de 2024
Follow Us
Destaques

Destaques (173)

Lideranças aproveitaram a visita de Estado de João Lourenço para analisar as relações entre os dois partidos. Fontes diplomáticas asseguram que Xi Jinping usou a reunião partidária para confrontar João Lourenço “com dureza”.

O deputado angolano Nelito Ekuikui, que lidera a ala juvenil da UNITA, defende, em entrevista à Lusa, uma revisão constitucional que acabe com a eleição indireta do Presidente e permita candidaturas de listas independentes fora dos partidos políticos.

O Tribunal Constitucional (TC) de Angola declarou inconstitucionalidade do acórdão que condenou Valter Filipe da Silva, ex-governador do banco central e José Filomeno dos Santos “Zenu”, filho do ex-Presidente angolano por violação dos princípios da legalidade e do contraditório.

A UNITA considerou hoje que as acusações feitas ao partido pelo primeiro secretário do MPLA e governador da província do Cuanza Sul são a assunção de “roubo em grande escala” no Governo do MPLA.

Deu o primeiro sinal de estar em rota de colisão com a bancada parlamentar do partido do Galo Negro quando, em Outubro de 2022, posou, em foto de família, ao lado do Presidente da República, João Lourenço. Foi o único parlamentar da UNITA a dar o rosto no polémico retrato.

O economista Carlos Rosado de Carvalho disse hoje que há condições para aumentar os salários em Angola, salientando que os trabalhadores com salário mínimo perderam 40% do poder de compra desde 2017, quando João Lourenço se tornou Presidente.

A chegada iminente 4X4 Jetour T-2 em Angola está a gerar uma expectativa palpável e sem precedentes. Este lançamento está causando um alvoroço sem igual, eclipsando todos os outros na memória recente.

O engenheiro agrónomo Fernando Pacheco disse hoje que o MPLA (no poder) não consegue resolver sozinho os problemas de Angola, defendendo um pacto político e social para travar a frustração dos jovens.

O Presidente angolano deu mais um passo na retirada dos subsídios aos combustíveis ao acabar com as isenções atribuídas a algumas classes profissionais, a partir de 30 de abril, segundo um decreto publicado em Diário da República.

O cidadão angolano Gelson Emanuel Quintas "Mam Genas" foi detido pelo Serviço de Investigação Criminal de Luanda, acusado de vários crimes como calúnia e difamação, ultraje ao Estado, seus símbolos e órgãos.

Página 1 de 13