Terça, 18 de Junho de 2024
Follow Us
Destaques

Destaques (184)

O candidato a vice-Presidente de Angola pela lista da UNITA, Abel Chivukuvuku, afirma haver apenas duas empresas em Angola a quem são entregues obras do Estado, a Omatapalo e a Carrinho, "os novos monopólios".

A UNITA, maior partido da oposição angolana, submeteu hoje ao Tribunal Constitucional a candidatura às eleições gerais de agosto, com Adalberto Costa Júnior como cabeça de lista e candidato a Presidente da República, e Abel Chivukuvuku para vice-presidente.

A proposta que altera a Lei nº 3/17, sobre o Exercício da Actividade de Televisão, proíbe os operadores de ceder espaços para propaganda política, sem prejuízo do disposto em legislação específica sobre o direito de antena dos partidos políticos na legislação eleitoral.

O Presidente da República de Angola, João Lourenço, justificou hoje a anulação de vários concursos que tinham sido entregues a empresas ligadas a Isabel dos Santos com as poupanças conseguidas, garantindo que a lei agora é cumprida.

O líder da UNITA, principal partido da oposição angolana, apelou hoje ao Governo angolano para que avance com o pedido de observação internacional democrática das próximas eleições, para que esta não se restrinja aos “primos africanos”.

O Governo angolano enviou ofícios a dezena e meia de plataformas digitais solicitando informações e documentação, disse hoje à Lusa o diretor nacional de Informação e Comunicação Institucional, negando que haja uma tentativa de controlo por parte do Estado.

Esperança Costa vai ser a candidata a vice-presidente de Angola pelo MPLA às eleições gerais que deverão ocorrer em agosto.

O líder do MPLA, partido no poder em Angola, criticou os adversários políticos de estarem a levar a cabo “uma campanha interna e externa de descredibilização das eleições, mesmo antes de elas se realizarem”, situação que considerou inédita.

Os médicos espanhóis que acompanham o ex-Presidente angolano José Eduardo dos Santos afirmaram hoje que o seu estado de saúde evolui “de forma satisfatória” e enaltecem a competência do seu médico pessoal, João Afonso.

O estado de saúde de José Eduardo dos Santos gerou hoje polémica entre a família que se queixa de “abusos” e ingerência externa e a Presidência angolana, que remeteu informações sobre o ex-presidente apenas para um médico.

Página 13 de 14