Quinta, 29 de Setembro de 2022
Follow Us

Quinta, 18 Novembro 2021 11:50

Inflação em Angola sobe para 26,8% em outubro

A inflação em Angola subiu 26,87% em outubro deste ano face ao período homólogo de 2020, acelerando também 2,06% relativamente à variação registada em setembro, anunciou hoje o Instituto Nacional de Estatística de Angola.

"A variação homóloga situa-se em 26,87%, registando um acréscimo de 2,53 pontos percentuais em relação à observada em igual período do ano anterior (outubro de 2020)", lê-se na nota hoje divulgada, na qual se acrescenta que, "comparando a variação homóloga atual com a registada no mês anterior, verifica-se uma aceleração de 0,30 pontos percentuais".

Olhando para a evolução dos preços relativamente a setembro, o INE angolano diz que "o Índice de Preços no Consumidor Nacional registou uma variação de 2,06%" e salienta que "comparando as variações mensais (setembro de 2021 a outubro de 2021) regista-se uma desaceleração de 0,12 pontos percentuais ao passo que, em termos homólogos (outubro de 2020 a outubro de 2021), regista-se uma aceleração na variação atual de 0,24 pontos percentuais".

As províncias que registaram menor variação nos preços foram Bié com 1,82%, Cunene com 1,83%, Huíla com 1,85%, Cuanza Sul com 1,91% e Cuanza Norte com 1,97%, ao passo que as províncias que registaram maior variação nos preços foram Huambo com 2,27%, Lunda Norte com 2,23%, Zaire e Namibe com 2,18% cada e Luanda com 2,16%, acrescenta-se na nota.

Em termos dos setores que mais influenciaram a evolução dos preços, o INE escreve que a classe “Alimentação e Bebidas não Alcoólicas” foi a que registou o maior aumento de preços, com uma variação de 2,44%, e destacam-se também os aumentos dos preços verificados nas classes “Bebidas Alcoólicas e Tabaco” com 2,06%, “Mobiliário, Equipamento Doméstico e Manutenção” com 2,03% e “Bens e Serviços Diversos” com 2,00%.

Rate this item
(0 votes)