Sábado, 26 de Novembro de 2022
Follow Us

Sexta, 09 Setembro 2022 19:30

Presidente e primeiro-ministro de Portugal felicitaram João Lourenço pela reeleição

O Presidente da República português, Marcelo Rebelo de Sousa e primeiro-ministro português, António Costa felicitaram hoje a reeleição de João Lourenço como Presidente de Angola e saudaram o líder da UNITA (oposição) "pelos resultados obtidos".

"Terminado o processo eleitoral, com o acórdão, de ontem [quinta-feira], do Tribunal Constitucional de Angola, o Presidente da República enviou uma carta ao Presidente João Lourenço, felicitando-o pela reeleição", no sufrágio de 24 de agosto, segundo uma nota divulgada no site oficial da Presidência da República portuguesa.

Na nota, Marcelo Rebelo de Sousa também saúda "pelos resultados obtidos, o principal candidato opositor", referindo-se a Adalberto da Costa Júnior, líder da União Nacional para a Independência Total de Angola (UNITA).

O chefe de Estado português formula ainda votos de que “a vida política angolana se continue a desenvolver em clima de liberdade, de pluralismo e de tolerância”.

PM António Costa

O primeiro-ministro português, António Costa, felicitou o presidente angolano, João Lourenço, pela sua reeleição, saudando o povo de Angola “pela demonstração de enorme maturidade cívica e política”.

“Concluído o processo eleitoral em Angola, felicito o Presidente João Lourenço pela sua reeleição”, refere António Costa numa publicação na rede social Twitter.

O primeiro-ministro português saudou “também todos os partidos e candidatos que participaram neste ato eleitoral, assim como o povo angolano, pela demonstração de enorme maturidade cívica e política”.

Na semana passada, a Comissão Nacional Eleitoral divulgou a ata de apuramento final das eleições gerais de 24 de agosto e proclamou o Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA) e o seu candidato, o Presidente cessante, João Lourenço, como vencedores com 51,17% dos votos, seguido da UNITA, com 43,95%.

Com estes resultados, o MPLA elegeu 124 deputados e a UNITA 90 deputados, quase o dobro das eleições de 2017.

O PRS conquistou dois assentos no parlamento ao somar 1,14% de votos dos eleitores, o mesmo número de deputados que conquistaram a FNLA e o Partido Humanista de Angola (PHA), com 1,06% e 1,02 de votos respetivamente.

A coligação CASA-CE, a APN e o P-Njango não obtiveram assentos na Assembleia Nacional, que na legislatura 2022-2027 vai contar com 220 deputados.

Na quinta-feira, a Presidência angolana anunciou que a cerimónia de posse de João Lourenço se vai realizar a 15 de setembro.

O anúncio foi feito após o Tribunal Constitucional ter validado os resultados eleitorais que dão vitória ao MPLA, ao negar provimento a dois recursos, da UNITA e da CASA-CE.

A cerimónia de investidura do Presidente da República, João Manuel Gonçalves Lourenço, e da vice-presidente da República, Esperança Maria Eduardo Francisco da Costa, vai ter lugar em Luanda, na Praça da República, segundo uma nota divulgada na página da Presidência angolana no Facebook.

Rate this item
(0 votes)