Sexta, 09 de Dezembro de 2022
Follow Us

Segunda, 07 Fevereiro 2022 17:38

Ministério da Energia e Águas desmente oferta de carro de USD 3 milhões a filho de Baptista Borges

O Gabinete de Comunicação Institucional e Imprensa do Ministério da Energia e Águas, desmente informações, segundo as quais João Baptista Borges terá oferecido um carro milionário, avaliado em 3,96 milhões de dólares, como presente de casamento a um dos seus filhos.

Em uma nota de repúdio que Angola24horas, este ministério, diz que à luz do triste e repudiável cenário que se assiste em algumas páginas das redes sociais e sites, usando a imagem do Ministro da Energia e Águas, condena com veemência a conduta criminosa e antipatriótica dos autores desta prática, que resultou num verdadeiro acto macabro para sujar a imagem de um cidadão do bem.

Após investigações feitas aos artigos preparados em "laboratórios", o GCI da Energia e Águas confirma publicamente que o cidadão João Baptista Borges não tem nenhum filho com o nome de Fernando Borges e em nenhum momento um dos alegados filhos de João Baptista Borges terá contraído casamento em 2022.

"Condenamos esse tipo de acções que visam sujar a imagem e o bom nome dos servidores públicos, com interesses inconfessáveis, o que representa, no nosso olhar, o antipatriotismo daqueles que não olham a meios para atingir seus fins inconfessáveis", conforme se lê.

Este Gabinete, assegura que sempre esteve aberto a todo e qualquer cidadão que quisesse saber das acções do chefe desse departamento ministerial e, por isso, entendeu que fica evidente que essa conduta é criminosa e de intolerância social, cívica e política perante interesses de um grupo que quer a todo o custo ganhar protagonismo dentro de uma jogada política fora das margens éticas e deontológicas, o que se repudia.

A nota refere ainda que, as imagens veiculadas na internet, de um suposto filho do Ministro Borges não condizem com a verdade nem de perto nem de longe, bem como não há nenhum grau de parentesco entre João Baptista Borges e os citados.

A imagem em causa, pelo que nós apurámos, sublinha, é de um cidadão residente na Província de Benguela que terá contraído matrimónio já há 3 anos. "Deviam, ao menos, ter sido mais criativos para uma mentira mais convincente, tendo em conta o rosto do alegado pai e o do alegado filho".

Apela igualmente que é imprescindível que todos percebam a importância de se preservar a imagem de outrem e promover o amor ao próximo, pois só assim será possível dar solução aos problemas que enfermam a sociedade.

"Sejam quais forem as motivações destes actos repugnantes, o Ministério da Energia e Águas nega categoricamente o envolvimento de João Baptista Borges na compra do tal carro luxuoso para o casamento de seu alegado filho. É tudo falso", esclarece.

Rate this item
(0 votes)