Segunda, 08 de Agosto de 2022
Follow Us

Sábado, 23 Abril 2022 17:35

Meu trigésimo aviso ao eleitorado angolano e líderes da oposição política

A fraude eleitoral vai mesmo acontecer é certeza, digo mesmo absoluta porque o MPLA não tem outra saída se quiser impor-se como governo. Contra a vontade do povo e contra a verdade eleitoral, não se terá como impedir a máquina está afinadíssima o desenho feito nos bastidores e dentro do TC / CNE / MAT & CASA MILITAR.

Por isso, mais importante do que se juntar milhões para simples comícios de campanha eleitoral ou se mostrar de que lado está a maioria dos angolanos. É na verdade se preparar estes milhões para agir depois dos resultados da fraude eleitoral serem anunciados.

Avisar não me custa nada, quer dizer não cobro nada por isso, quem quiser que me ouça, mas depois não digam que não avisei. A continuação do MPLA no poder poderá significar mais umas poucas dezenas de anos de tortura de mortes treinadas, encomendas.

De envenenamento de quadros da UNITA, de empresários seus simpatizantes, militantes e amigos. Continuação da tortura, da perseguição e caça selectiva de ativistas, religiosos, jornalistas, de críticos do regime de dentro e fora do MPLA.

Continuação do nepotismo autorizado, protegido, silenciado e estimulado pela presidência da república.

Assim como a garantia, e proteção de criminosos também por JLO como tem sido até agora perante a impotência do povo e da oposição em pôr fim. Treinar o povo em como agir para não aceitar o inaceitável deve ser a primeira e grande prioridade neste momento, se de facto a intenção é mesmo na verdade se desalojar do poder os criminosos.

Se é que já não haja mesmo negociações para obtenção de mais lugares na famigerada assembleia nacional e depois se vir com a grande lata de sempre mais uma vez. De que se aceitou a fraude em nome de uma paz que nunca existiu ou para se evitar a guerra como tem sido sempre que batotados todos juntos de uma só vez.

Por Fernando Vumby

Rate this item
(1 Vote)